Seleção Condeubense

A SELEÇÃO CONDEUBENSE, oficialmente não existe. Sendo assim não há do que falar.

Mas, como ocorre com o Tonhão do Senhor Daniel, há sempre alguém disposto a testemunhar que já ouviu falar verdades – e nas mais diferentes formas. Pode até parecer na forma de simples comentários sobre a cena política, papo da vez na cidade ou que diz ter filhas com Néia, não sei se a minha, a do Guto ou a dele [o que é menos provável, diga-se de passage],  como a esposa do nosso querido candidato a prefeito não tem filhas, sobrou para mim e minha amada esposa, que de tão direita, nasceu sem  o lado esquerdo. Entretanto, disfarço-me em digressões sobre o cotidiano de sua fama, que o precede. Amanhã, sabe-se lá… pode até ser uma mentira verdadeira ou uma verdade mentirosa- já não vai mais me importar, uma vez que a idade começa a nos pesar nos ombros com os dias, ou que alguém me prove que é verdade o que Tonhão diz. Pois bem, estou a falar da seleção, que raras vezes exibiu-se como trecho de algum jogo que vai consumindo o espectador, ao longo de muitas madrugadas. Assumindo ainda, características de ensaio de clássico, ou de experimentação de um. Pode ser eficiente, clássica, sortuda, superficial, atrevida. Porém, desinteressada nunca.

Tentativas de enquadrá-la com rigor em algum gênero que presenciamos, não me parece recomendável. Catalogar a seleção como gênero menor, por exemplo, esbarra na evidência de que não existem gêneros menores. Há grandes e pequenos jogadores, grandes e pequenos torcedores, grandes e pequenos mentirosos. Também há bons e maus técnicos. Contrapô-la ao fantástico juventude, é imaginar, equivocadamente, que time seria apenas histórias passadas, pois a última seleção foi inferior em qualidade, comprometimento ou qualquer outro substantivo invocado para comparações dessa espécie. Neste time, o dinheiro não passa de interesse leve e leviano. Mas, como aplicar tal definição às obras-primas da LDC- liga desportiva condeubense e seus pensadores?

Inconstante, descompromissada, política, a LCD é incompatível com a seleção, como se fora uma camisa de força, ao invés de um uniforme, portanto, dispensável. Nos tempos da Província, por exemplo, já foi até anônima.

Os craques, bem, sobre este assunto, o Léo do Sr. Lindauro assina as palavras curtas sobre o grupo: vergonhoso, estrangeiro e limitado.

Obcecados com a questão do descaso para com os atletas da casa, atraso-progressivo – é o que se comenta. Jogadores que não conhecem a história dos craques que Condeúba já teve, por falta de conhecimento, não conhecem a limitação de espaço, espaços que um dia foram ocupados por Mequinha, Marcão, Pola… jogadores que foram verdadeiros artistas, à altura das obras que se dispuseram a realizar, grandes autores, mestres do futebol condeubense. Nomes que fizeram história, ETERNOS!

Além disso, há outras particularidades, por exemplo: se não temos time ou dinheiro para disputar, que percamos com o time de nossa cidade, disse o Tonhão:

Repare bem: não é verdade do Tonhão?”.

Por: Antonio Carlos Azevedo da silva

Cacau de dona neneca

e-mail:laboratoriosarah@hotmail.com

{77}91075410//88287948






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

5 Comentários

  • 9 nov 2011 | Permalink |

    Cau, concordo com sua colocação, para acreditar na seleção nossa, só SE Tone de Daniel MANDAR. Q vergonha nossa participação, pois a última imagem é q fica. Jogadoreszinhos de baba de casados e solteiros. Muita correria e nada de classe. É muito legal ver q temos pessoas preocupadas com nosso futebol, pois quase tudo q acontece é culpa nossa, não cobramos e nada, só vamos ao estádio. Quero dar meus parabéns ao Décio ou aos Décios, por colocar esse site no ar e nos dar essa oportunidade. Verdadeirois condeubenses são aqueles q lutam por nossa cidade e não esses q ficam só sugando o q temos de bom e criticando sem fazer nada. Cau, a vc tb meus parabéns, temos q criticar, nem q seja como faz Tone de Daniel.

  • 9 nov 2011 | Permalink |

    Não vi os velhos e bons jogadores de Condeúba, mas pode crê que com jogadores só da cidade atualmente, não passa nem da primeira fase, pode ser que antigamente tinha time pra disputar, mais cadê o APOIO que nao tinha ¬¬, hoje em Condeúba nao se Faiz um time competente para disputar o intermuniicipal 😉

  • 9 nov 2011 | Permalink |

    Qual diferença entre sair na 1a fase ou na 2a? Sair na 1a sem gastar os tubos com financiamento de jogadores é melhor q gastar os tubos e tomar de 6 na saída. Se existir preparação, organzação, planejamento, faz-se uma ótima seleção com nosso pessoal, entenda como nosso pessoal,a cidade de condeúba, o municipio de condeúba, cordeiros, piripá, j quadros, jacaraci, mortugaba etc, o q não dá é pra trazer medalhões de conquista q só pensam em grana. a moçada da região traria inclusive torcedores dessas cidades. o q se reclama é melhor utilização do patrocinio, pois gastar só não é tudo, precisa-se gastar bem. falei.

  • 10 nov 2011 | Permalink |

    Bola é apaixonante, boleiros de plantão, se liguem, futebol em condeuba é coisa do passado, agora temos um bando de quebra volas correndo atrás uns dos outros para dar pancadas. Pena q o patrocinio dos politicos veio tarde, veio para os q nada querem com um futebol. quando eu subia numa caçhamba para ir jogar em Piripá, ia com alegria, pois sabia q nosso futebol era dos bons e eu só ia torcer. hj, ônibus, uniforme e bola, nada. cambada de pernas de pau, vão catar coquinho e me deixa com minha tv ligada na segunda divisão do brasileirão. me diexa com meu Vascão. Cau, vamos em frente, vc cresceu vendo Pola jogar, não dá pra engolir esse meio campo mamão, de estrangeiros e meninos amarelos criados com a vó, q ficam rebolando em campo. Ah! Vá catar coquinho com essa seleção.

  • 17 ago 2012 | Permalink |

    vai minha escalaçao.
    Decio
    nenega nego de nane

    valtinho pele

    dão de nane

    marção mequinha

    dão de flávio dua

    valdão

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.