Leandro Flores – Então tá, né! Fazer o quê?

É ruim ter que dizer isso, né? O mundo parece que acaba naquele momento.

Você ter que concordar com algo que na verdade não era pra se concordar. Mas você concorda mesmo assim porque não tem outra saída. Fazer o quê? Isso se chama frustração.

Nem tudo nessa vida foi feito para se desfrutar. Às vezes, a gente quer tudo, ser famoso (o), ter muito dinheiro, ter várias namoradas (os), ser importante, ser feliz e esquece que nem tudo é do jeito que queremos.  Logicamente não existe esse lance de predestinação. Acho que sonhos são conquistados e não herdados.

Se quiser ser algo tem que lutar pra ser e não aceitar que seu destino foi traçado e que você não pode mudá-lo porque alguém quis assim. O que não pode é ser tudo ao mesmo tempo.

Se você é rico, mas não é feliz terá que encontrar a sua verdadeira felicidade de outra maneira. Se for famoso, mas tem a impressão que está fazendo a coisa errada, mesmo obtendo êxito no que faz, terá que mudar a sua vida e fazer tudo diferente. Se estiver mantendo um relacionamento há anos, mas não tem certeza que realmente é a pessoa que quer passar o resto dos seus dias, então caia fora enquanto há tempo.

Não deixe as coisas criarem raízes para retirá-las da sua vida. Pois a dificuldade é maior depois para removê-la.

A felicidade está onde você se sente bem. E está com quem você se sente bem.

Felicidade é ter sempre razão pra sorrir. É viajar, falar besteira, encontrar com os amigos, tomar uma (cerveja) no barzinho da esquina, beijar na boca, fazer amor. Enfim, ser feliz é fazer o que nos faz bem. É simplesmente viver…

Mas temos que estar preparados para a infelicidade também. Porque, se pra ser feliz basta viver, pra ser infeliz também.

Então quando as coisas não saírem do jeito que você planejou, apenas diga: “Então tá, né! Fazer o quê?” E vá à luta. Porque um soldado só se torna herói no holocausto de suas batalhas diárias.

Por Leandro Flores

E-mail: leo_condeuba@hotmail.com

Twitter: http://twitter.com/#!/leocondeuba






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.