Notícias do Governo do Estado da Bahia sobre a greve da PM

Mais de 2.500 militares do Exército patrulham as ruas de Salvador

e de outras cidades da Bahia

Até o início da noite deste domingo (5), 2.578 soldados das Forças Armadas e da Força Nacional já estavam patrulhando as cidades de Salvador, Feira de Santana, Barreiras e Paulo Afonso, na Bahia, segundo informou o tenente-coronel Cunha, porta-voz da VI Região Militar. Segundo ele, há previsão de chegada de mais 250 militares na noite deste domingo (5). “O objetivo é estar presente na maior possibilidade de áreas da cidade, a fim de trazer à população a sensação de segurança e tranqüilidade”, afirmou o porta-voz. Outros contingentes militares podem desembarcar em Salvador nos próximos dias, conforme o planejamento e as necessidades das operações. Entre 12h e 15h deste domingo (5), mais 150 militares desembarcaram na Base Aérea de Salvador. Provenientes do Rio de Janeiro, 135 paraquedistas do Batalhão de Infantaria e 15 das Forças Especiais, de Brasília. Junto com eles, vieram quatro veículos de combate ‘Urutu’, que também já estão circulando em Salvador.  

Governador se reúne com cúpula da SSP

  O governador Jaques Wagner, o secretário de Segurança Pública, a cúpula da Polícia Militar, secretários de Estado e chefes de outros Poderes se reuniram, na tarde deste domingo, para avaliar a situação.  

Tropa de Elite da PF chega à Bahia

  Quarenta integrantes do Comando de Operações Táticas, a “tropa de elite”, da Polícia Federal (PF) também desembarcaram neste domingo (5), por volta do meio dia, para executar os mandados de prisão expedidos contra integrantes do movimento grevista. Os policiais especializados vieram de Brasília, em um avião da PF, que ficará à disposição para remoção dos detidos aos presídios federais. Outros 15 homens do Grupo de Pronta Intervenção da PF na Bahia darão apoio às operações.  

Assembleia tem que ser desocupada até a meia noite deste domingo(5)

  O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, pediu ao general G. Dias, comandante das Forças de Segurança na Bahia, que a Assembleia seja desocupada até a meia-noite deste domingo (5). O prédio foi ocupado por policiais militares grevistas desde a última terça-feira (31). O deputado disse que “os trabalhos legislativos precisam voltar à normalidade e que a Assembleia não pode ser usada como abrigo para foragidos da Justiça.” Nilo ressaltou que o pedido partiu dele, e não do governador.

Primeiro mandado de prisão foi executado

O primeiro dos 12 mandados de prisão contra lideranças da Aspra foi cumprido na madrugada deste domingo (5), quando o comandante da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (COPPA), major Nilton Machado, prendeu Alvin Silva e o encaminhou para a Polícia do Exército. Alvin é acusado de formação de quadrilha e roubo de patrimônio público (viaturas). Além disso, o policial vai passar por um processo administrativo na própria corporação.  

Boletins informativos

  A Secom disponibiliza, diariamente, boletins informativos sobre o andamento das negociações e providências adotadas pelo governo para encerrar o movimento dos policiais militares baianos que iniciaram a paralisação de suas atividades desde a última quarta-feira(01). As informações também podem ser acessadas em nosso portal http://www.comunicacao.ba.gov.br e na página de áudio com informativos emMP3 http://www.comunicacao.ba.gov.br/radio
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.