Pr. Ildo Alves – Sal da Terra

O DDEZ amplia seu conhecimento a respeito dos ensinos sobre como viver realmente feliz. Até então, a passagem que estamos utilizando é o ‘Sermão do Monte’ que nos mostra uma felicidade condicionada aos ensinos de Jesus naquilo que o Servo dele é. Agora, passaremos a analisar como ele deve se comportar. Como ele deve demonstrar a sua nova natureza para ser realmente bem-aventurado? Acredito que vale a pena você dar uma conferida e principalmente descobrir como Jesus nos ensina de forma simples como ser uma pessoa realmente feliz.
Tendo tomado conhecimento do que somos, agora devemos considerar o que devemos ser, nós não fomos convidados por Jesus pra vivermos isolados, muito pelo contrário, é nesta vida difícil e na companhia de pessoas tão diferentes de nós é que o ambiente se torna propício pra colocarmos em prática o que Cristo nos ensina.
Em seu sermão Jesus fala de pessoas humildes de espírito, mansas, com fome e sede de justiça, misericordiosas, pacificadoras; só então ele nos diz pra SERMOS SAL DA TERRA;
Passamos das considerações e da contemplação do que é ser discípulo de Jesus para a consideração da função e do nosso propósito no mundo, o convite agora é observarmos a nossa relação com as outras pessoas; é quase que a pratica de todas as bem aventuranças;
O convite a sermos SAL, é urgentíssimo. É o apelo dos céus pra sermos diferentes em meio a tanto mal na humanidade, é preciso que alguma coisa aconteça. Na medida em que o mal vai aumentando a situação da humanidade vai piorando cada vez mais.
O nosso papel em frente a tudo isso não pode ser de meros espectadores, de caluniadores, de críticos ferrenhos ou daqueles que estão indiferentes.
A afirmação de Jesus naquela ocasião é que os seus eram o sal da terra. Ela continua! Aqueles que andam com Deus hoje em dia também continuam a ser este SAL.
Esta expressão de Jesus dá uma descrição daquilo que nós somos ao mesmo tempo que ela deixa claro como as coisas estão na humanidade! O mundo que o texto fala é a parte da humanidade que ainda não se rendeu a Ele;
Seria maravilhoso se você se situasse nestas possibilidades que Jesus mostra da condição dos seres humanos. Faça essa pergunta aos seus botões!
EU SOU SAL OU A TERRA QUE PRECISA RECEBÊ-LO
__________________________________________________________________

Quando Jesus nos diz que somos o “Sal da Terra” ele nos leva a compreensão de que a humanidade está em completa podridão; subtendemos a tendência a poluição e à imundícia mais ofensiva que se pode ver; Isto é o que a Bíblia tem a dizer sobre o mundo;
Um mundo Decaído – Pecaminoso e Mau
Inclina-se para a maldade e para o conflito armado. Este mundo que se mostra cada vez pior, mais se parece com um alimento que está perecendo em podridão;
Este é o mundo em que vivemos, cheio de agentes infecciosos;
É preciso algo para neutralizar toda esta decadência em cadeia;
A própria característica fundamental do sal proclama uma grande diferença, mesmo em pequena quantidade, em relação a matéria a ser salgada ele exerce uma imensa influencia.
Aquele que teme ao Senhor e anda com Ele é essencialmente diferente e contagiante em seu jeito de ser . É assim com relação a todas as criaturas da terra;
Aquele que teme e anda com Deus é uma pessoa separada, inigualável e destacada de toda e qualquer pessoa do mundo!
Uma das primeiras funções do sal não consiste apenas em dar sabor.
Aos que não fazem parte da geração geladeira devem se lembrar da forma que tínhamos pra guardar a carne comprada no mercado às sextas. Ela tinha que ser salgada pra durar durante todos os dias da semana. Era assim! A aplicação do Sal serve para impedir a putrefação, sua principal função é preservar, impedir os agentes na putrefação.
Este é um primeiro efeito que devemos causar no mundo. É o nosso papel!
Uma outra função do sal é tornar o alimento com um sabor distinto que difere de todos os outros que não é comparado como nenhum outro tempero!
O máximo que as pessoas conseguem é encontrar prazeres momentâneos! Situações emocionantes na vida que são extremamente passageiros.
Quem anda com Cristo já dispõe do sabor da vida! A fé nele!
Imaginem o que seria destes prazeres terrenos numa idade avançada ou num leito de hospital?
Pensem qual seria o recurso para a vida ter sentido se o cristianismo fosse retirado de nós?
Quando as pessoas se enveredam em qualquer tipo de vício ou buscam ajuda na religião; elas estão procurando o sabor da vida que ainda não encontraram!
Este não é o caminho.
Nós podemos mostrar a elas o que fazer. Podemos indicar o caminho onde a vida tem um sabor especial.
Abraço






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

2 Comentários

  • 29 jun 2012 | Permalink |

    Pastor Ildo – Deus te abençoe por mais esta mensagem. Vc pode não acreditar mas Décio pregou no domingo justamente sobre este assunto. Vcs estão em sintonia.
    Deus abençoe a todos vcs. Mais uma vez obrigado Pastor, vc é muito competente no q faz.
    Do Irmão Cleber.

  • 4 maio 2013 | Permalink |

    A bíblia diz: que devenos ser o sal da terra! pois bem, “o sal serve para dar sabor, conservar e
    tambem da sede” Pastor obrigado por esse comentário que Deus te abencoe muito.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.