Bahia corre risco de epidemia de dengue no próximo verão

A superintendência de Vigilância e Proteção à Saúde da Secretaria do Estado da Bahia (Sesab) confirmou que a Bahia corre risco de sofrer uma epidemia de dengue no próximo verão. O risco torna-se ainda maior por causa do sorotipo 4, vírus que a população baiana ainda não está imune e que tem circulado bastante. Outro fator que contribui para a situação são as condições climáticas do verão da Bahia, devido ao período de chuvas, a oferta de criadouros aumenta.

Em todo o estado já foram registrados quase 70 mil notificações de dengue, 27 óbitos e 211 casos confirmados da forma grave da doença, dengue hemorrágica. Dos 417 municípios baianos, 401 já apresentaram ocorrências da doença. Numa comparação em relação ao mesmo período de 2010 e 2011, os dados comprovam um índice superior neste ano, uma vez que foram notificados 59.836 e 55.460 casos, respectivamente. Todos os dados foram levantados até o final de outubro.

O Comitê Estadual de Prevenção à Dengue informou que dez municípios baianos, entre eles a capital, Salvador, estão em estado de alerta. A região Sudoeste é representada por dois municípios, confira a lista: Feira de Santana, Guanambi, ilhéus, Itabuna, Jacobina, Jequié, Senhor do Bonfim, Serrinha e Teixeira de Freitas. Quando somados correspondem a 44,8% dos casos da doença em todo o estado. Em Vitória da Conquista o índice de infestação predial do mosquito da dengue está em 0,7%, porcentagem considerada abaixo do tolerável pelo Ministério da Saúde que é de até 1%.

Fonte: Blog da Resenha Geral






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.