Autoridades, artistas e cidadãos condeubenses discutem os rumos da cultura local

Por: Dermeval Filho

Com o objetivo de analisar e discutir propostas para a Cultura local, Condeúba foi palco na manhã do último sábado (03) da 3ª Conferência Municipal de Cultura. O evento realizado no pátio do Colégio Tranquilino Tôrres contou com a participação de representantes da sociedade civil, artistas locais e autoridades que levaram à mesa de discussões,  propostas de melhoria para o setor.

sam_2581

Com o tema:’’Uma Política de Estado para a Cultura:desafios do Sistema Municipal de Cultura’’, os trabalhos se desenvolveram ao longo da manhã com palestras conduzidas por Eliane Gusmão Soares,representante do PROLER( Programa Nacional de Leitura). A professora  Eliane Gusmão procurou destacar a importância do resgate à cultura local e a valorização do cidadão naquilo em que tem a oferecer para o meio em que vive. Dessa maneira, a palestrante procurou ressaltar o papel das políticas de inserção cultural e a importância da leitura como instrumento na construção da cidadania.

sam_2590

A 2ª palestra do encontro ficou a cargo de Joandina Maria de Carvalho, a qual tratou de um breve resgate histórico de Condeúba e sua importância cultural no cenário baiano entre os séculos XIX e XX. O passo seguinte  reuniu os participantes da Conferência em grupos de onde surgiram as propostas levadas á plenária.

Entre as sugestões de melhoria citadas pelos cidadãos após os debates, está a vinculação da Diretoria de Cultura à Secretaria de Educação, ou como indicado por alguns dos presentes, a criação direta da Secretaria de Cultura. A proposta foi levada aos vereadores que participaram da Conferência em que ficaram de fazer a indicação na Câmara Municipal e analisar a viabilidade da medida.

Algo que se tornou consenso desde o início das discussões e mencionado pelos participantes, é a falta de recursos e investimentos em um setor considerado fundamental para o resgate histórico do município, e somente com mudanças como as citadas acima, lembram alguns dos cidadãos, a Cultura local terá maior representatividade junto à Secretaria de Cultura do Estado. Só assim,com status de Secretaria,dizem os participantes, poderá angariar recursos para o setor que se tornou órfão de atenção e investimentos ao longo dos anos.

Fonte: Portal da Transparência – Governo de Condeúba






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.