Conquista: Homem aparece vivo em próprio velório

Foto: Blog do Anderson

Foto: Blog do Anderson

Um velório que deveria ser choro é motivo de alegria no bairro Campinhos, em Vitória da Conquista. Todos achavam que João Marcos Ribeiro, de 60 anos, estava morto. O velório estava acontecendo na casa em que morava o falecido, família e amigos reunidos e, de repente, o morto aparece.

“A gente estava aqui desde ontem aqui nesse sofrimento, o pessoal falando lá no IML que pai tinha morrido trouxe esse caixão errado”, disse Gilberto Ribeiro, um dos filhos do idoso em entrevista ao Blog do Anderson. “O corpo de pai não tem pinta e esse morto aí tem uma pinta… Esse ai nós não sabemos quem é”, complementa. O corpo que estava no Instituto Médico Legal foi reconhecido pelos próprios parentes.

O fato inusitado atraiu centenas de pessoas a rua Santa Rita. Por volta das 16 horas o cadáver, ao invés de ser levado ao cemitério retornou ao IML.

Fonte: Blog do Anderson






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

4 Comentários

  • Geni
    9 mar 2014 | Permalink |

    Coisa desse tipo, só na Bahia. O que faltou pra que o morto não se levantasse do próprio caixão e dissesse;
    eu estou vivo? Mas que bom! Parabéns pra este senhor que não tinha sido morto……..!!!!!!!!!
    Coisa de novela!!!!!!!!!!!!!

  • José C. Ormundo
    10 mar 2014 | Permalink |

    Coisa um pouco raro, mas acontece. Em um velório na cidade de Itatiba-SP aconteceu caso parecido, um mulher foi encontrada morta. Uma família estava procurando uma pessoa dasaparecida (mulher) nisso foram ao IML e lá identificaram o corpo como sendo a mulher desaparecida e segue os tramites do velório, quando em determinado momento um menino sobrinho da morta grita olha lá a Tia passando ali na rua, quando todos saíram para ver, era a dita cuja da morta que não estava morta; ela era uma dessas pessoas que vivem pelas ruas bebendo e prostituindo e como foi achado um corpo nas mesmas condições, tudo levou a crer que fosse a pessoa.
    Então, não é difícil de acontecer casos como esse de no calor da emoção identificarem a pessoa errada, o defunto fica parecido com o desaparecido no momento do desespero de uma família em busca do enti querido, mas acontece……

  • Felipe de Braslia
    10 mar 2014 | Permalink |

    Parece as histórias contadas por Décio.

  • afonso
    10 mar 2014 | Permalink |

    è mais comum que pensamos!!!!!! veja, historia parecida acontecido aqui mesmo na bahia na cidade de alagoinhas, em outubro do ano passado http://g1.globo.com/bahia/noticia/2012/10/homem-chega-em-casa-e-interrompe-o-proprio-velorio-em-alagoinhas-ba.html

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.