CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTEBOL/2014 – RESENHA GERAL – 3ª RODADA

Foto por: http://condeubanossaterra.blogspot.com.br

Foto por: http://condeubanossaterra.blogspot.com.br

Por Décio Pereira Estive presente em todos os quatro jogos da terceira rodada, show! Bom demais ver nosso Agostinho David de Alcântara, quase Valdão de Dário, renovado, de postes e alambrados novinhos, muita gente na torcida em todos os jogos e a rádio Liberdade Fm fazendo a festa. Agora, dentro de campo, nas quatro linhas, naquilo que realmente interessa – futebol – me batam um abacate com limão e mel! – Ainda bem que já larguei o futebol há alguns anos, se não fosse isso, teria desaprendido bastante. Nunca vi tanto perna de pau por metro quadrado e tantas jogadas medonhas em um mesmo jogo. Só mesmo aquele geladinho que mais se parece com rolo de mortadela ou o espetinho de gato para deixar a galera mais satisfeita. No sábado tivemos o jogo Federais X Tamboril – Fui ver os Federais e assisti ao Xaropinho dá um show de bola. Os Federais marcaram primeiro, mas com um futebol lerdo, numa jogada infantil o goleiro fez pênalti. O Tamboril brocou e os Federais perderam a cabeça. Caio perdeu 37 gols. A zaga mais parecia dois Jatobás juntos, entregava mais do que os meninos do leite. Numa dessas, Xaropinho saiu de cara com o goleiro dos Federais, se ele marcasse os Federais virariam municipais, pois já era 38 minutos do segundo tempo. O tal do Xaropinho acho que estava vencido, faiou, não fez efeito e chutou uma bufa de véa e ainda em cima do goleiro. Como no futebol aquela máxima não falha: QUEM NÃO FAZ, LEVA. Caio liquidou a fatura aos 40 minutos do segundo tempo. 2 X 1 para Os Federais. Mas, se o Xaropinho fosse injeção, os federais teriam tido a segunda derrota; Domingo pela manhã, às 8 horas da madrugada, fui ver Cachorro Sentado e Juventude. O clássico da rodada. Sacanagem, o melhor jogo de madrugada. Jogo bom, não de futebol arte, mas de emoção e lambanças. Logo no começo Jean marcou para o Cachorro, nunca tinha visto Jean fazer um gol. Continuei sem ver, é que cheguei alguns minutos atrasado e o gol foi logo no começo. Parecia que a maré tinha mudado pro cachorro que tinha sido assaltado nos dois primeiros jogos. Os anciãos tocavam uma bola redonda. Que nada, quem nasceu pra vira lata nunca chega a buldogue, na jogada do empate do Juventude dois erros do Juiz. Houve uma falta no ataque para o cachorro e ele não viu e na sequência um impedimento descarado, segundo Tanaka, jogador do Juventude, o atacante estava a uns três metros tomando banho e o bandeira engoliu o sapo, não marcou e assim o Juventude do nosso amigo Valdeni chegava ao empate. Esqueci de dizer que o cachorro estava com dez homens, um dos seus atacantes fora expulso, numa jogada boba, o Juiz parou o jogo e ele chutou a bola pra lateral e foi pra rua. Duas lambanças ao mesmo tempo: Primeiro a do jogador que já tinha amarelo, depois do Árbitro que levou tudo a ferro e fogo e poderia ter relevado e dado aquela bronca do tipo: “Acabou, na próxima vai pra rua.” Afinal, era um clássico. Duas infantilidades e o clássico perdeu a graça. O Juventude que nada tinha a ver com o problema, fez 3 X 1 e no final tomou um gol de pênalti, fechando em 3 X 2 e mantendo 100% de aproveitamento, seguindo firme na liderança do campeonato; Quando o sol mostrou para que existe, entraram em campo Cerquinha e Independente. O sol equilibrou o jogo. A Cerquinha abriu dois a zero, o Independente fez um e poderia ter chegado ao empate, mas o cansaço de ambas as equipes não permitiu um futebol de melhor qualidade. Diga-se de passagem, aos 30 minutos do segundo tempo, com o sol a 200 graus, onde podia fritar um ovo no meio de campo, parecia o inferno aqui na terra. Confesso que cheguei em casa cansado só em assistir; Depois do almoço e depois de uma bela soneca, fui ver o afamado Santa luzia enfrentar o Riacho Seco, imaginando que seria uma sacolada pro santa. Que nada, não tem mais time bobo. O Riacho Seco deu o maior trabalho ao Santa que venceu por 1 X 0, mas aos 47 do segundo tempo o atacante do Riacho Seco perdeu um gol de cara, era pra fechar a tampa do baú. Depois de tudo, depois da rodada finalizada, ficou a alegria de mais duas tardes de futebol em nossa Condeúba e já a expectativa para a próxima rodada, que definirá possíveis classificações para a próxima fase para uns e possíveis enterros para outros. Lembrando que na lógica da vida, que é mais velho vai primeiro, entenda-se os velhinhos do cachorro. Parabéns ao nosso Diretor de Esportes Zé Américo pela organização, ao velho Pola pela condução da equipe de arbitragem, a torcida que não arreda o pé e fica em pé, mas não vai embora. Destaques para o Técnico do Juventude Valdeni que após o seu jogo dançou o Lepo Lepo para o zagueiro do Cachorro, que trocou o Juventude pelo Cachorro; Para o craque da rodada Xaropinho, que mesmo perdendo um gol feito levou o time dos Federais à loucura; Para os goleiros malucos: Alisson, Manoel Quiabo e Cleiton e para os profissionais da Liberdade FM que dão um show levando nosso futebol, para os quatro cantos do mundo, onde o torcedor se sente à beira do campo, às vezes até dentro do campo, pois Chico Lima fica literalmente dentro das quatro linhas. Foto por: Condeúba Nossa Terra.
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

2 Comentários

  • Jose
    10 mar 2014 | Permalink |

    Até que a foto se salvou, más ôh esse Condeuba Nossa Terra

  • Sebastião
    10 mar 2014 | Permalink |

    Me corrija se eu estiver errado, não seria “O Federais” ao invés de “Os Federais”? em outro blog tá lá “A Santa Luzia”, não seria “O Santa Luzia”?

    Será que o correto é dizer “Os Corinthians” “Os Santos” “Os Palmeiras”?????

    Não me leve a mal, é só resenha mesmo, rsrsrsrssrs

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.