População de Condeúba passa a contar com mais duas médicas cubanas em seus postos de saúde

Por: Dermeval Filho

Com a chegada de mais duas profissionais de saúde, Condeúba dispõe de quatro médicas cubanas e trabalha para que esse número chegue ao total de sete em 2014

novas medicas cubanas

Os Postos de Saúde da Família (PSF) do bairro Bom Jesus e Divino Espírito Santo passam a contar nos próximos dias com o atendimento de duas médicas cubanas. Inscrito no ‘’Programa Mais Médicos’’ do Governo Federal, Condeúba recebe duas novas médicas vindas de Cuba, num total de quatro profissionais para atenderem a população da cidade e o Distrito do Alegre.

Com trabalhos voltados principalmente para a medicina preventiva e familiar, as médicas cubanas que já atuam no município desde o fim de 2013 têm recebido diversos elogios na região onde atuam e o reconhecimento da população pelo trabalho realizado.

As médicas recém-chegadas devem atuar em postos do PSF nos bairros da cidade, segundo informou o Secretário de Saúde, Maurício Trindade. Seguindo a programação e os critérios estabelecidos pelo Governo, as médicas cubanas passaram por atividades para melhor adaptação, além de informações prévias para conhecerem a realidade local da rede pública de saúde do Estado e as características epidemiológicas da população.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, Condeúba vive a expectativa da chegada de mais três médicos do ‘’Programa’’ em futuro próximo. O ‘’Programa Mais Médicos’’ faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê investimento em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões carentes desses profissionais.

Fonte/Foto: Portal da Transparência – Governo de Condeúba






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

UM Comentário

  • Agnério Souza
    21 mar 2014 | Permalink |

    Sejam bem-vindas!
    Como se chamam?
    Qual a especialidade de cada uma?
    Fiquem uns dez anos conosco.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.