Brasil tem 16 cidades no grupo das 50 mais violentas do mundo

Brasil tem 14 das 50 cidades mais violentas do mundo

O Brasil é o país com mais municípios no ranking: 16. O México aparece em segundo, com nove. Apenas sete cidades da lista não estão na América Latina: quatro dos Estados Unidos (Detroit, Nova Orleans, Baltimore e Saint Louis) e três da África do Sul. O levantamento leva em conta a taxa de homicídios por grupo de 100 mil habitantes no ano passado. De acordo com a ONG, foram levantados dados disponibilizados pelos governos em suas páginas na internet e consideradas só cidades com mais de 300 mil. Essa foi a quarta edição do ranking. Em relação ao levantamento de 2012, Brasília e Curitiba deixaram a lista. Por outro lado, três cidades brasileiras ingressaram no grupo: Campina Grande (PB), Natal (RN) e Aracaju (SE). As duas maiores metrópoles do país, São Paulo e Rio de Janeiro, não estão no ranking. Segundo especialistas, há 10 anos o país vê os homicídios migrarem para os municípios de médio porte.

 

As brasileiras da lista

Maceió (5ª colocada) – 79,76 homicídios por 100 mil habitantes

Fortaleza (7ª) – 72,81 homicídios por 100 mil

João Pessoa (9ª) – 66,92 homicídios por 100 mil

Natal (12ª) – 57,62 homicídios por 100 mil

Salvador (13ª) – 57,51 homicídios por 100 mil

Vitória (14ª) – 57,39 homicídios por 100 mil

São Luís (15ª) – 57,04 homicídios por 100 mil

Belém (16ª) – 48,23 homicídios por 100 mil

Campina Grande (25ª) – 46 homicídios por 100 mil

Goiânia (28ª) – 44,56 homicídios por 100 mil

Cuiabá (29ª) – 43,95 homicídios por 100 mil

Manaus (31ª) – 42,53 homicídios por 100 mil

Recife (39ª) – 36,82 homicídios por 100 mil

Macapá (40ª) – 36,59 homicídios por 100 mil

Belo Horizonte (44ª) – 34,73 homicídios por 100 mil

Aracaju (46ª) – 33,36 homicídios por 100 mil

 

Informações O Globo.






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.