Campeonato Municipal de Futebol – 5ª Rodada – Resenha Geral

Por: Décio Pereira

Foto: Ddez

Foto: Ddez

A quinta rodada começou no sábado com o jogo Cachorro Sentado X Independente, deu o normal. Neste campeonato o comportamento do Cachorro é o mesmo: Tanto o adversário bate, quanto o Cachorro apanha. Tomou de 3 X 1 e se despediu da competição, carregando até o momento a lanterna. Destaques: Positivo – Sivaldo que salvou o Independente – Negativo – Vandaique: Que entregou a rapadura no Cachorro / Ambos os destaques estiveram em posições que não são as costumeiras: goleiros

Veio o Domingo e pela manhã foi um festival de novidades, zebras, acontecimentos pitorescos e um sol de rachar o coco. Primeiro jogo Santa Luzia X Tamboril, o Tamboril de Xaropinho, que encaçapou 1 X 0 e levou o resultado até o final, decretando a primeira zebra do dia. O Santa Luzia desceu a ladeira de vez, como diz Chico Lima: “Desceu a ladeira e não consegue mais subir.” Estacionou nos 08 pontos e viu a chance de se classificar ficar ainda mais distante. A tendência é que decida uma das vagas com o Independente na última rodada, quando se enfrentam. O Tamboril que não tem nada a perder, começa a enxergar uma pequena luz no fim do túnel, se ganhar as duas partidas que lhe restam, classifica entre os quatro. Hoje o Tamboril foi dormir com seis pontos ganhos.

O joga das 10h foi o mais emocionante da rodada, Federais X Riacho Seco. Sabe aquele jogo que os times entram em campo apenas para saber qual o placar final? Era o que se aparentava quando a partida iniciou. Todos apostavam numa vitória fácil dos Federais. Mas, como diz o ditado: O jogo é jogado e o Lambari é pescado. O sol, mais uma vez, nivelou o jogo, por baixo e em um espetáculo fraquinho, o Riacho Seco sapecou o chamado “gude presa”, 1 X 0, em um jogo que teve de tudo. Logo nos minutos iniciais o Árbitro da partida, o Sr. Medonho, teve uma contratura muscular na panturrilha e foi substituído pelo Sr. Joquinha. Não sabia ele, Joca, em que fria estava se metendo, pois mesmo com o placar a seu favor, o Riacho Seco jogou todo o segundo tempo totalmente amalucado, houve briga, agressão ao Árbitro, revide do Árbitro, expulsões, chuva de cartões amarelos, necessidade da intervenção da valorosa Guarda Municipal e no final, entre mortos e feridos, salvaram-se todos. O Sr. Joquinha foi firme e fez uma arbitragem digna de aplausos. A Guarda Municipal atuou com precisão quando acionada. Agora é esperar pra ver o que o Árbitro vai apontar na súmula e poderemos ter jogadores expulsos do campeonato. Quem viu o bonde passar, mais uma vez foi a equipe dos Federais, que assim como o Santa luzia, perdeu a oportunidade de se classificar com antecedência e agora vem chumbo grosso para a continuidade do campeonato, os federais pegam Cerquinha e Juventude na sequência. Com a bolinha de gude que vem jogando, corre sério risco de assistir do barrancão as semifinais. Mas, os federais tem um belo elenco e a torcida espera que agora que enfrentará os dois melhores do campeonato, o time acorde e faça bons jogos. Quem viver verá.

Veio a tarde e o clássico da rodada dava ares que teríamos um jogo truncado, pegado, haja vista as duas equipes, Juventude X Cerquinha, estarem invictos até aquele momento, ocupando 1º e 2º lugares. Ao final do jogo a classificação em nada foi alterada, mas o Juventude, comandado pelo experiente Valdeni, sapecou uma sonora goleada de 5 X 1, com 4 gols de Dema que ainda perdeu um pênalti. O jogo começou muito igual, mas as oportunidades que o Juventude achou, Dema guardou todas, já o time da Cerquinha esbarrou no goleiro Cleiton que fez belas defesas quando foi solicitado.

Final da rodada e o campeonato embolou, Juventude se classificou antecipadamente e jogou o problema das 3 últimas vagas para Federais, Santa Luzia, Cerquinha, Tamboril e Independente. Agora é assim: quem puder mais chora menos.

Depois da 5a rodada temos as seguintes verdades:

1 – O time do Juventude é o time a ser batido; é a nova missão dos Federais;

2 – No futebol o que conta não são os nomes, mas os gols. Quem comprova isso é o time do Cachorro, no papel um belo time; no campo a decepção;

3 – Xarope pode não ser um bom remédio, já o Xaropinho é o remédio para o Tamboril;

4 – Vandaique como goleiro é um ótimo Garçom;

5 – O Campeonato pegou fogo, tudo junto e misturado, exceto o Juventude;

6 – A torcida do barrancão é uma festa só, tem barraca funcionando até às 2h da madrugada. É bom lembrar que os jogos terminam às 18h. Os frequentadores dizem que lá é melhor pois: não há limite de volume para sons; é tudo ao ar livre; se ficar bêbado é só dar um mergulho no rio e os garçons não cobram 10% como taxa de serviço.






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.