Relatório da ONU diz que infecções por Aids caem no mundo, mas crescem no Brasil

aids no mundo O índice de novos infectados pelo HIV no Brasil subiu 11% entre 2005 e 2013. Os dados foram anunciados nesta quarta-feira (16) pela Unaids, programa conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids. O percentual segue tendência oposta ao registrado no resto do mundo. De acordo com a Unaids, desde 2001 houve queda de 38% nas contaminações por HIV no planeta. Em 2013, a quantidade de pessoas infectadas era de 2,1 milhões, enquanto que em 2001, eram 3,4 milhões. Ainda segundo o novo relatório que analisa o impacto da Aids no mundo, as mortes associadas ao HIV caíram mais de um terço na última década. Em 2013, 1,5 milhão de pessoas morreram vítimas da doença, queda de 11,8% em comparação com 1,7 milhão de mortes em 2012. Além disso, o número representa uma queda de 35% na comparação com as 2,4 milhões de mortes registradas em 2004 e 2005. "Terminar com a epidemia da Aids é possível', disse Michel Sidibe, diretor Unaids. "Restam cinco anos para estabelecer os objetivos, que foram cumpridos até agora. Os próximos cinco anos serão decisivos para os próximos 15", completou. O relatório frisa que 35 milhões de pessoas viviam com o HIV em 2013, um número um pouco superior aos 34,6 milhões de 2012. Informações do G1.
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.