Água: Em Audiência tremedalenses defendem construção de barragem do Gavião em Tremedal

audiencia tremedal construcao de barragem

Foto: Tremedal Revista

Ocorreu na Câmara Municipal de Tremedal, na tarde desta sexta-feira (01) uma audiência pública organizada pelo Fórum de entidades do município de Tremedal, entre o Fórum, Autoridades Políticas da Prefeitura de Tremedal, Câmara de Vereadores e cidadãos da sociedade com os representantes do Governo do Estado, da CERB (Companhia de Recursos Hídricos da Bahia) e SERIN (Secretaria de Relações Institucionais).

A audiência é fruto das reivindicações feitas pelo Fórum das Entidades de Tremedal ao Governador do Estado, em janeiro deste ano e tem como objetivo analisar a viabilidade de execução das propostas feitas, como a barragem do rio gavião em Tremedal.

Osias Lopes, assessor da Secretaria de Relações Institucionais (SERIN) mediou a audiência. Irinalvo Silva (CERB) apresentou os estudos feitos sobre os projetos de represas no Rio Gavião, com base nos quais foi escolhido executar a obra da represa em Morrinhos, no mesmo rio, considerado pela CERB como melhor localidade por diversos fatores.

Luiz Umberto leu uma carta enviada pelo Engenheiro tremedalense, Ubirajara Brito, que não pôde estar presente, mas que é defensor da realização do projeto da barragem.

Joaquim Nonato (Vice-Prefeito), Luíz Umberto, Juarez e Francisco (Fórum de Entidades) usaram a palavra na audiência para defender a construção da barragem, discordando da escolha feita pela CERB. Nonato comentou ainda que a barragem teria um aproveitamento superior ao da de Anagé e que não prejudicaria a vazão de água para a mesma.

Por fim, após um intenso debate, três pontos ficaram de ser estudados para que se tome posteriormente, novas decisões sobre o assunto: 1 – Dados da CERB de como tremedal seria atendido pela barragem de Morrinhos; 2 – Novas análises e estudos atualizados de possibilidades de realização da represa do Espírito Santo; 3 – Não sendo possível a construção da barragem em Tremedal na proporção normal, a redução de seu potencial.

Portanto, ficam as representações municipais presentes aguardando um posicionamento da CERB sobre os pontos elencados no debate.

Fonte: Tremedal Revista






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.