Mais de 70% dos eleitores não sabem em quem votar para deputado, aponta Bapesp

eleitor indeciso

Além de questionar os eleitores sobre os cargos majoritários, a pesquisa Bapesp – Bahia Pesquisa Estatística perguntou ainda quem seria a opção dos entrevistados para deputado federal e estadual e mais de 70% dos pesquisados informaram não ter opção ainda. Para as 63 vagas da Assembleia Legislativa, 71,8% dos entrevistados informaram não saber em quem votar, enquanto nulos e brancos somaram 4,7%. A pesquisa foi espontânea, portanto, sem apresentação de eventuais nomes. Mesmo o presidente do Legislativo estadual, Marcelo Nilo (PDT), por exemplo, que contratou o instituto, não aparece entre os mais citados – dos 2 mil entrevistados apenas seis sinalizaram o nome de Nilo como opção de voto, sendo que 52% do total afirmaram desconhecer o parlamentar. No caso das candidaturas à Câmara Federal, o número de eleitores que informaram não saber qual opção colocará nas urnas no próximo dia 5 de outubro sobe para 79,1%, enquanto brancos e nulos atingem 4,9%. A pesquisa Bapesp foi realizada entre os dias 21 e 25 de agosto de 2014, com margem de erro de 2,5 pontos percentuais e para menos. Foram ouvidas 2 mil pessoas em 84 municípios e o registro no Tribunal Superior Eleitoral é de nº BA-00010/2014.

Fonte: Bahia Notícias






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

2 Comentários

  • Dorivaldo José das Neves
    29 ago 2014 | Permalink |

    É preocupante tamanha ignorância! Com toda a informação que temos em todos os meios disponíveis, e, principalmente, dentro da nossa própria casa, termos tanta indecisão! Eu, desde muito, já tenho meus candidatos. Deputado Estadual: José Raimundo; Deputado Federal: Jorge Solla; Senador: Otto Alencar; Governador da Bahia: Rui Costa e Presidenta, lógico: Dilma. O Brasil e a Bahia continuará para todos!

  • cida.sousa35@yahoo.com.br
    30 ago 2014 | Permalink |

    Eu só voto na Dilma!!!
    e para mais niguem!!!

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.