Mais da metade dos orelhões brasileiros serão desativados, diz Anatel

orelhao A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou que metade dos orelhões existentes no Brasil serão desativados: são 461,3 mil unidades, o que equivale a 60% dos 763 mil que estão espalhados pelo país. A justificativa é o uso reduzido dos equipamentos. Segundo a gerente de universalização da Anatel, Karla Crossara, 81% dos orelhões realizam até quatro chamadas diárias em média, por um tempo total de quatro minutos. São, portanto, apenas 120 minutos por mês. No entanto, os celulares, que são apontados como responsáveis pela redução do uso dos telefones públicos, são usados em média por 128 minutos mensalmente para chamadas. Ainda de acordo com a Anatel, o problema é que a receita com os orelhões não paga a manutenção. Em 2012, diz Karla, a arrecadação alcançou 90% de queda. Com informações do portal UOL.
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.