Mais um acidente de moto em Condeúba, mais uma vítima fatal

Por: Décio Pereira
guilherme

Foto: Facebook

Até quando? Esta é a pergunta sobre a quantidade de jovens que tem morrido em nossa região vitimas de acidentes com motos. Hoje, 26/09, foi a vez do garoto Guilherme que chocou com o fundo da caçamba de Roberto de Zé do Morro e foi a óbito antes de dar entrada no hospital em Vit. da Conquista-BA. Para tornar ainda mais trágica esta perda, se é que isso é possível, Guilherme se casaria amanhã. Mais um acidente interrompe de maneira abrupta o futuro promissor de uma jovem e, o que faremos? Amanhã no momento do enterro haverá muita lamentação, muita tristeza, pois a dor de se perder uma vida dessa forma é indescritível. Mas, nós que ficamos o que faremos para minimizar a quantidade de acidentes dessa natureza? Quantos ainda terão de partir dessa forma, até que nos juntemos para ajudar a conscientizar nossos jovens, de que não é só pegar uma moto e sair pilotando. É necessário frequentar uma auto-escola, de treinamento, de conhecimento e respeito às leis,  dos pais não ficarem defendendo seus filhos (bandidos), que andam armados com motos, colocando a população em risco, quando empinam as rodas de suas motos e andam enlouquecidos por nossas ruas, enquanto nossa policia assiste a tudo impotente, pois prende e as autoridades que deveriam exigir rigor, soltam, usando a lei em favor do contraventor, pois só a moto do pobre, que não pode pagar advogados e que fica presa. Até quando vamos assistir a tudo isso como se não fosse um problema nosso? Que o Jovem Guilherme não seja apenas mais um a engrossar as fileiras das estatísticas que medem a violência dos acidentes com motos em nossa cidade. Ontem foi nosso amigo João Cabeludo, foi Rafael... hoje foi Guilherme e amanhã, quem será? – O meu filho, o seu filho, o meu amigo, o seu amigo... será que não podemos mesmo fazer nada? Até quando durará a nossa omissão?
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

16 Comentários

  • Cleide
    26 set 2014 | Permalink |

    SÓ QUEM PASSOU PORISSO SABE O Q É PERDER UM PARENTE NESSA IDADE. ALGUEM TEM Q FAZER ALGUMA COISA, NÃO DÁ PRA ESPERAR SÓ POR DEUS, TEMOS CULPA SIM. TODOS OS OMISSOS. PARABÉNS DERCIO

  • Jose Carlos Sousa
    26 set 2014 | Permalink |

    Deus ampare esta familia na sua gloria amem – é uma vergonha o que acontece no interior do nosso brasil, não existe lei para os ricos. predem motos de trabalhadores da roça e deixam os boyzinhos filhinhos de papai e mamae pintando e bordando na cidade. aqui no divino aa noite ninguem mais dorme e tem medo de sair de casa e ser atropelado, é pega é moto impinada é gritaria e ninguem faz nada. policia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Selma
    26 set 2014 | Permalink |

    é carro tb, outro dia um carro invadiu a casa de uns pessoal pobre, destruiu tudo, caiu um pedaço de parede perto do casal q dormia. resultado o rapaz q dirigia não teve nada, só perdeu o carro q ficou destruido. ninguem fez nada o rapaz ta na rua e a familia no prejuizo, isso num é crime? – Tenho medo de meu filho saindo do colégio, é muito perigo

  • Maria Emilia
    26 set 2014 | Permalink |

    Q tristeza de saber q é mais uma morte q poderia ser evitada. Mais a educação não é artigo de 1a classe no Brasil, as leis so punem pobre, preto e puta. q dor no coração, Deus nos ajude

  • Brunão
    26 set 2014 | Permalink |

    #FICAADICA# só nóis num tem sinalização no transito. até cordeiros tem. chama o DETRAM, bota lei, multa, não acaba mais diminuir
    saudades de joao cabeludo amigao

  • NAIDE
    27 set 2014 | Permalink |

    SINTO MUITO POR ISSO!! LAMENTÁVEL!!!
    #QUEJESUSCONFORTEIMENSAMENTEAFAMILIADOGUILHERME!!

  • João Gulberto
    27 set 2014 | Permalink |

    Meus sentimentos à família de Guilherme e que Deus possa confortá-los nesse momento tão difícil de suas vidas.
    É lamentável quando a gente ver uma vida se desfazer em questão de segundos, uma pessoa jovem com um futuro pela frente, que é interrompida por um acidente trágico como esse.
    Como você mesmo disse Décio, alguma coisa deve ser feita em nossa cidade em relação aos condutores de veículos automotores, seja de moto ou de carro. Eu acho que deve haver um trabalho de conscientização e de prevenção em relação ao grande número de acidentes que ocorre em nosso município, que como esse deixa vítimas fatais.
    Falo isso, porque eu passei por uma situação de ter um filho atropelado por um motoqueiro, pegá-lo nos braços no momento do acidente e não ter mais a certeza de que voltaria para casa com ele vivo. Ele foi diagnosticado com um traumatismo craniano, ficando internado durante dez dias em Vitória da Conquista. Mas graças a Deus, eu tive a sorte de retornar com meu filho com vida, situação que não aconteceu com muitas pessoas, vítimas de acidentes banais de carros e de motos que aconteceram em nosso município
    Alguma coisa deve ser feita em nosso município, não dá para conviver com essas situações de acidentes com vítimas fatais, que deixam pessoas que carregam sequelas para o resto da vida e achar que tudo isso é normal.

    João Gulberto

  • Isaias Pereira
    27 set 2014 | Permalink |

    Perder um amigo, de forma tão trágica, é difícil cair a ficha. Pense em um moleque que estava feliz… arrumou um trampo aí em Condeúba, iria se casar hoje, estava morando na Bahia… era tudo que ele sempre quis. E do nada acontece isso. Triste por demais. Temo pela noiva dele. Espero que ela seja mais forte do que estava sendo, pois a menos de 3 meses que perdeu o Pai, uma perca dessa…
    Sobre a sua opinião Décio, acho que você está corretíssimo, tem que fazer algo. Que seja uma sinalização de ruas, ou campanha de consientização, mas faça, pode ser que não acabe mas diminuirá, pois ele não foi o primeiro, e infelismente não será o último.
    #luto vai com Deua Brother.

  • Roberta
    27 set 2014 | Permalink |

    Lamentável! Meus sentimentos a família e a noiva!
    E tem mais uma coisa… menores estão pela cidade armados mesmo com motos! Tais menores vivem empinando as motos, correndo muito, impacientes ultrapassando pelo lado errado, não respeitam ninguém, não respeitam seta e nem dão seta, não param onde tem que parar. Tem que prender a moto e quem deu a moto para esses menores.

  • zinho
    27 set 2014 | Permalink |

    gui vc poder nos deixados mas a sua imagem estará sempre aqui na meu peito ………#luto vai com deus brother……

  • FLAVIO JUNIOR CARLOS DE SOUSA
    27 set 2014 | Permalink |

    PERDEMOS UM GRANDE AMIGO…
    DESEJO UM FORTE ABRAÇO A FAMILIA,E QUE DEUS DE FORÇAS A TODOS NESSE MOMENTO DIFICIL…

  • Luana Brito
    27 set 2014 | Permalink |

    Lamentável perda. que Deus dê forças aos amigos e familiares e especialmente a noiva para superar essa dor.

  • ANA CANDIDA RIBEIRO VIANA
    27 set 2014 | Permalink |

    Estou muito triste, pois passei mal de quinta pra sexta e estou em Conquista saindo do hospital, quando soube por acaso de um acidente em Condeúba com um jovem , mas ainda não sabia de quem se tratava, só agora soube que era Guilherme. Muito triste mesmo, precisamos fazer alguma coisa para que mais jovens não venham perder a vida tão brutalmente. Depois de quinta-feira eu sei o que é o valor da vida. Lutemos pela vida, pois só ela é importante.Meus sentimentos a todos da família.

  • LICA
    27 set 2014 | Permalink |

    MEUS SENTIMENTOS AOS FAMILIARES!!QUE JESUS CONFORTE SEUS CORAÇÕES…

  • Vinicius Nascimento
    27 set 2014 | Permalink |

    Meus sentimentos à família! Todos nós na Sociedade somos omissos. Devemos cobrar mais rigidez das autoridades e não permitir também que nossos filhos se arrisquem e coloquem a vida dos outros em risco!

  • Zé de Fernando
    29 set 2014 | Permalink |

    Durante o dia não se pode caminhar pelas ruas do Bairro Divino, póis os boyzinhos estão empinando suas motos, à noite ninguem mais dorme em paz com barulho de motos sem escapamentos nas madrugadas.Como josé Carlos disse mais acima; as motos de trabalhadores são presas, as dos boyzinhos, não! e quando são presas 30 minutos depois estão de volta nas ruas, realmente pensei que isso fosse mudar!

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.