Bancários de conquista e região continuam em greve

bancarios matem greve

Bancários de Vitória da Conquista e região decidiram, na assembleia nesta segunda (06), pela continuação da greve na base tanto nos bancos públicos, BB, CEF e BNB, quanto nos privados.

A participação expressiva da categoria na assembleia reflete a insatisfação diante do que foi oferecido e da forma com que as negociações foram conduzidas pelo Comando Nacional dos Bancários, que orientou a aceitação de um acordo que não atendia as principais reivindicações dos trabalhadores.

Foi definido ainda que haverá uma nova assembleia nesta terça-feira (07), às 18h, na sede do Sindicato, para analisar o quadro da mobilização nacional e avaliar a continuidade das paralisações na região. “A rejeição da proposta neste primeiro momento demonstra a força da categoria na nossa base, que se manteve mobilizada e preferiu continuar a luta em busca de melhores condições de trabalho”, aponta o presidente do Sindicato, Paulo Barrocas.

Os bancários do BNB decidiram que só farão uma nova assembleia mediante a apresentação de novas propostas do banco.

Propostas da Fenaban

Na última sexta-feira (03), depois de quatro dias de greve, Fenaban, Banco do Brasil, Caixa Econômica e BNB convocaram bancários para novas rodadas de negociações, as primeiras desde o início da paralisação da categoria no dia 30 de setembro.

Na 9ª rodada de reuniões entre patrões e trabalhadores, a Federação Nacional dos Bancos ofereceu um aumento de 8,5% no salário e 9% no piso. Os bancos públicos, em reuniões específicas, atualizaram os índices oferecidos com os mesmos percentuais da Federação, ignorando a maior parte das reivindicações sociais dos bancários.

Fonte: ASCOM – BANCÁRIOS/VCR






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.