Condeúba: Terceira força da Prefeitura, Fabinho Patente descarta saída da Administração

fabio patente

Fotos: Blog do Anderson

Nos bastidores uma das principais forças que levou o servidor do Judiciário do Estado da Bahia, José Augusto Ribeiro à Prefeitura Municipal de Condeúba estaria na corda bamba, ou seja, uma possível queda da Secretaria de Administração. Sobre o assunto o Blog do Anderson falou diretamente com Fábio Luz Patente que negou os fatos. Segundo Fabinho, como é conhecido o petista, depois do prefeito e da vice-prefeita, o comando do Governo Condeubense está sob a sua pasta. Segundo ele, por não ter “rabo preso”, fica até o dia que Guto quiser.

fabinho-guto

“Depois do prefeito na administração, com exceção da vice-prefeita, o comando está sob a minha pasta, então não tinha porque, até porque eu não tenho também rabo preso. Fico até o dia que Guto quiser ou eu quiser”, afirmou. Ainda de acordo com Patente, um novo membro estará ingressando ao Governo, trata-se do ex-bancário e editor de um blog local, Décio Pereira, que estará exercendo a função de Gerenciamento de Controle Interno. Na entrevista sonora gravada ao meio dia desta segunda-feira (12), Fabinho Patente faz uma avaliação da gestão e não descarta uma candidatura à sucessão de Guto Ribeiro, em 2020. Ouça a seguir.

Fonte: Blog do Anderson






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

2 Comentários

  • José Carlos Ferreira de Carvalho
    13 jan 2015 | Permalink |

    Escutei sua intervista, A respeito da Barragem ela deve está com uns 80% de sua capacidade e não 90%! Eu mesmo estive presente na Audiência Pública, sem demagogia percebo que se trata de uma nova ordem dentro da seca nordestina, é melhor que essa adutora saia mesmo, deu para perceber claramente que o povo de Condeúba não dá conta dessa luta, Mas nós ainda veremos essa adutora pronta e inativa, e sabe quando será? Quando percebem que a única maneira de controla o fim de nossa água é o caminhão pipa, mesmo porque nessa nova ordem, quando a água reduzir a tal ponto, ai irá entrar na briga o exercito, e nessa briga de cachorro grande o exercito leva, com certeza. É uma pena! Por que com a redução da água a estrutura politica e econômica da cidade pára, A população de Condeúba imagina ser a prefeitura 50% de nossa economia, se chegar é uns 30%, Essa questão da água é muito mais complexo do que se imagina, a falta d’água abala toda estrutura da cidade, é só imaginar o que acontece na construção civil e pecuária, mas se querem! Essa é uma conta que os administradores do futuro vão ser cobrados, só espero que não seja com vocês!

  • José Augusto Terencio
    13 jan 2015 | Permalink |

    Achei Fabinho bastante tranquilo e muito assertivo nas suas palavras. Considerando que a pasta da Administração é a mais complexa ou uma das mais complexas de um governo e de já ter colaborado por dois anos com muito afinco e dedicação, enfrentando cerradas críticas, Fabinho demonstrou muito equilíbrio e muita sabedoria para prestar os esclarecimentos solicitados pelo blogueiro. Arrisco afirmar que sem a participação de Fabinho no governo Guto, faltaria uma das peças mais importantes para o seu funcionamento. Que Deus continue nos abençoando a todos e nos cobrindo com sua eterna Sabedoria. Vamos com calma, mas vamos!!!

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.