Taberna da História: Igreja Matriz de Condeúba

Luís Fernandes | Taberna da História

Paroquia-de-Santo-Antonio-da-Barra-Condeuba-Osvaldo-Torres

Tranquilino Leovegildo Torres, em sua obra Memória Descriptiva do Município de Condeúba, assinala: “… nos princípios do século XVIII, os habitantes da Serra Talhada construíram uma pequena capela, sob a denominação de Santo Antônio da Barra do Sítio de Condeúba, antiga e extensa fazenda existente à margem do Rio Gavião. Esta Capela foi benta pelo Pe. Visitador Geral, João de Vasconcellos Pereira, em 30 de junho de 1745…”.

Construcao-da-Igreja

Trata-se, pois, da atual Igreja Matriz de Condeúba que, na época, era filial da Freguesia Nossa Senhora do Rio Pardo (MG). A primeira Irmandade fundada no município foi a de Santo Antônio em 13 de junho de 1752, que durou até o ano de 1811.

Reforma-da-Paroquia-de-Santo-Antonio-da-Barra-1950

Em 1845 foi fundada a Irmandade do Santíssimo Sacramento pelo Arcebispo da Bahia Dom Romualdo Antônio de Seixas, a qual permanece em atividade. O fundador do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, filho de Condeúba, fez esta afirmação baseada em fontes fidedignas, recolhidas do arquivo da Igreja Matriz.

Fonte: Blog do Anderson






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.