Polícia suíça prende Marin e outros seis dirigentes da Fifa

marin Sete altos dirigentes da Fifa foram detidos na manhã desta quarta-feira (27) pela polícia de Zurique a pedido das autoridades dos Estados Unidos, entre eles o ex-presidente da CBF José Maria Marin. Ele e outros dois brasileiros, José Hawilla, dono da empresa de marketing esportivo Traffic, e José Margulies, dirigente da empresa Valente Corp. and Somerton, estão na lista das 14 pessoas investigadas por um tribunal de Nova York por corrupção. A operação aconteceu de madrugada em um hotel de luxo em Zurique. Entre os detidos estavam também o uruguaio Eugenio Figueredo, ex-presidente da Confederação Sul-americana de Futebol (Conmebol), Jeffrey Webb, ex-presidente da Confederação das Américas Central, do Norte e Caribe (Concacaf) e vice-presidente executivo da FIFA, Eduardo Li, membro do comitê executivo, Julio Rocha, dirigente da FIFA, Costas Takkas, dirigente da Concacaf, e Rafael Esquivel, membro do comitê executivo da Conmebol. A justiça americana exige que todos os detidos sejam extraditados. Em comunicado, o ministério da Justiça da Suíça se refere a denúncias envolvendo contratos de marketing e direitos esportivos e também da atribuição para as organizações do principal evento da Fifa, a Copa do Mundo. A Justiça americana diz que 14 pessoas são investigadas: nove dirigentes da Fifa – entre eles os seis presos desta manhã – e outros cinco empresários que tinham negócios com a entidade. Os detidos são acusados de corrupção, fraude, lavagem de dinheiro, entre outros crimes financeiros. Segundo as autoridades suíças, pelo menos US$ 100 milhões teriam sido movimentados.

Fifa declara que vai contribuir com investigações

Em nota publicada em seu site oficial, a Fifa aponta que acompanha as investigações e está disposta a colaborar com o que as justiças dos EUA e Suíça precisarem. A entidade também declarou que as eleições para novo presidente, marcadas para este dia 31, estão mantidas. Joseph Blatter (atual presidente) e o príncipe jordaniano Ali Bin Al Hussein são candidatos à Presidência da entidade. Fonte: EBC
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.