Gestão Pública: Condeúba tem suas contas APROVADAS pelo segundo ano consecutivo

prefeitura-condeuba

Na sessão desta quarta-feira (18/11), o Tribunal de Contas dos Municípios aprovou com ressalvas as contas da Prefeitura de Condeúba, exercício 2014, de responsabilidade do Prefeito José Augusto Ribeiro (Guto). Ainda cabe recurso da decisão sobre as irregularidades apontadas, o Gestor tem quinze dias para apresentar o pedido de reconsideração.

Em conversa com o Prefeito Guto Ribeiro ele comentou a decisão: “A cada ano que se passa o TCM se torna mais exigente e, nós na condição de gestores precisamos aumentar nossos controles e ter pessoas competentes ao nosso lado. Acabei de abrir o site do Tribunal e vi sete cidades com contas rejeitadas, só neste terça-feira e quarta-feria – Rodelas, Ponto Novo, Itamaraju, Itagi, Aguá Fria, Santana e Planaltino. Está cada vez mais difícil aprovar as contas dos municípios, por conta da complexibilidade da lei de responsabilidade e pela escassez de recursos e aumento das necessidades. Isso é preocupante.

Não tinha dúvidas de que nossas contas seriam aprovadas. Nossas equipes contábil e jurídica são de primeira linha, a quem aproveito a oportunidade para parabenizar e agradecer. Nosso governo trabalha junto, cuidando de cada centavo do dinheiro público. É motivo de muito orgulho pra mim, conduzir um grupo que em quase três anos de governo, não tem um único escândalo relacionado a desvio de recursos, em todos os níveis da nossa gestão.
As irregularidades apontadas pelo Conselheiro serão facilmente defendidas, haja vista que o principal apontamento é fruto de um entendimento equivocado entre as orientações do Tribunal e o que nosso governo compreendeu. Nada de desvio ou má aplicação dos recursos recebidos, o que nos deixa muito à vontade.”

É o segundo ano consecutivo em que as contas do Prefeito Guto Ribeiro (PT) são aprovadas.






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.