Consciência Negra

Por: Antônio Santana, professor e poeta

CONSCIÊNCIA-NEGRA

Vivemos em um País negro, pardo, moreno, mulato, mestiço, índio e aparentemente branco por quem não se sente NEGRO. O Brasil, nunca teve e certamente que nunca terá uma raça pura.

Desde o ano de 1500, marco do seu desenvolvimento pelos portugueses o Brasil sempre conviveu com invasão de povos Europeus. A sociedade reconhece hoje ainda de maneira tímida o negro e a negra como pessoas normais que também tem o seu lugar e o seu valor na história do Brasil.

O negro, está cansado de ser o vilão da escravidão, da discriminação em todos os níveis, e do preconceito que ainda assola nos porões da sociedade Pós-moderna trazendo nas mãos o chicote do passado doloroso.

Não se pode negar que a partir das políticas públicas do governo Lula, muita coisa mudou principalmente para os menos favorecidos do nosso País. Mas, ainda é muito pouco pelo que a raça negra sofreu no passado para construir de maneira braçal esta nação.

O que comemorar? O negro, pouco se tem a comemorar no Brasil e no Mundo. Porque as desigualdades continuam em várias áreas do conhecimento humano e do mercado de trabalho excedente. Inclusive até em igrejas ele sofre discriminação exemplo claro aconteceu nos Estados Unidos, quando um homem branco invadiu uma igreja evangélica e deferiu vários tiros matando algumas pessoas negras, porque ele não gostava da cor delas. Cabe-nos perguntar: ATÉ QUANDO ISSO VAI ACONTECER? Humanamente falando, o que é que o branco tem mais que o negro? E tantos outros absurdos que fazem contra à classe pobre e negra desse País.

Portanto, vejo pequenos avanços em setores da sociedade baiana e brasileira com relação a oportunidade, dignidade humana e respeito para com os negros e negras da atual sociedade Brasileira. Gostaria de neste dia 20 de novembro de 2015, poder me fantasiar, mas já somos tratados e expostos como meros palhaços nesse País. Deixemos para os hipócritas se fantasiarem de negros, porque sempre estiveram do outro lado da história, e que nunca souberam o que é SOFRER. Respeitem o NEGRO! Negro também é GENTE!






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

UM Comentário

  • Claudio Novais.
    20 nov 2015 | Permalink |

    Parabéns! ao Site Ddez pela belíssima homenagem ao dia da Consciência Negra, 20 de Novembro, com este texto realista do Professor e Poeta, Antonio Santana.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.