Consórcio do Alto Sertão se reúne com o Secretário Estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas em Guanambi

reuniao secretario de saude da bahia em guanambi

O Consórcio do Alto Sertão promoveu reunião de trabalho na residência do prefeito de Guanambi, Charles Fernandes, com a presença do Secretário Estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, técnicos e assessores. Na pauta, esclarecimentos aos gestores municipais relacionados à construção da Policlínica de Especialidades Médica que será administrado pelo Consórcio intermunicipal de Saúde, composto por 21 (vinte e um) municípios. Após ouvir as dúvidas e demandas dos prefeitos relacionadas com a área de saúde, o secretário defendeu a policlínica como um projeto moderno para resolver as questões das especialidades médicas e reafirmou o compromisso do governador Rui Costa em resolver as demandas do Hospital Regional de Guanambi, inclusive as questões das cirurgias ortopédicas. Para o prefeito de Guanambi e presidente do consórcio, Charles Fernandes, “a reunião foi proveitosa, na medida que as dúvidas foram esclarecidas e avançamos na aprovação da adesão dos municípios para viabilizarmos, já no início de 2016, a construção da policlínica”.

O encontro contou com a presença dos prefeitos de Caetité, Sebastião Laranjeiras, Ibiassucê, Matina, Urandi, Jacaraci, Condeúba, Caculé, Malhada, secretários de saúde, vereadores, lideranças políticas e diretores do hospital regional. Após a reunião, o secretário visitou as instalações da UPA e do Hospital Regional.

Fonte: Assessoria de Comunicação – Prefeitura de Guanambi






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

UM Comentário

  • Júlio Everton Azevedo da Silva
    2 dez 2015 | Permalink |

    Seria interessante informar a população o que seria este consórcio, temos bons exemplos de consórcio no país, como alguns municípios do estado de Alagoas. Primeiro lugar, será que está tendo realmente uma discussão ou uma imposição? A arrecadação destas empresas será direto da fonte? diante das dificuldades que muitos municípios vem passada em relação a saúde temos que esta acompanhando os reais interesses.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.