Serviços do Detran-BA ficam mais caros em 2016

detran-atendimento

Os serviços prestados pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-Ba) sofrerão reajuste, de acordo com a inflação, a partir de 1º de janeiro de 2016, segundo tabela publicada pelo órgão no Diário Oficial em 24 de dezembro. Quem adquirir o laudo até esta quarta-feira, 30, vai pagar o preço vigente em 2015.

O laudo para tirar a 1ª Carteira Nacional de Habilitação Definitiva (CNH), por exemplo, que hoje custa R$143, vai ter o preço aumentado para R$158; os dois exames médicos, somados, passam a custar R$206 e não mais R$187; já a renovação da carteira, vai passar de R$120 para R$132. Além disso, o primeiro emplacamento custará R$194 em vez de R$176 e para escolher uma placa especial, o custo será R$717 ao invés dos R$650 atuais [confira a tabela completa].

O diretor do Detran, Maurício Bacelar, lembrou que os novos valores são necessários para cobrir os valores gastos nos serviços prestados e que o aumento é previsto por lei. Ele afirma ainda que o Detran está sempre aprimorando suas técnicas, que geram custos, a exemplo do novo modelo de videomonitoramento que será adotado em 2016, tanto nas aulas quanto nos exames.

Videomonitoramento

Seguindo uma determinação do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), as auto escolas devem instalar câmeras nos carros para que as aulas e avaliações sejam videomonitoradas. Segundo Barcelar, dessa forma os instrutores poderão revisar o desempenho dos alunos e corrigir mais erros. “Teremos melhores candidatos participando dos exames e, consequentemente, melhores condutores nas ruas”, comenta.

Já nos exames para retirada da CNH, o avaliador não ficará junto com o aluno no carro a partir do primeiro semestre de 2016. Os instrutores vão acompanhar a prova a distância através de um tablet.

Segundo o órgão de trânsito, a mudança dará mais tranquilidade para os alunos, que dizem ficar muito ansiosos. “A presença do instrutor é uma das principais queixas que recebemos. Além disso, esse será um instrumento mais democrático, visto que o aluno poderá questionar seu desempenho”, afirma Bacelar.

Em janeiro, o Detran vai se reunir com as auto escolas do estado para começar a mudança; a perspectiva é que todos os mais de 40 pontos de exame da Bahia estejam funcionando com o novo modelo até junho de 2016. Bacelar disse ainda que vai trabalhar junto com as empresas para que ambos arquem com os custos do videomonitoramento, sem repassar nenhum valor ao consumidor.

Fonte: A Tarde






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.