Condeúba: Todo dia é dia de combater o Aedes aegypti

combate mosquito dengue condeuba

A Secretaria Municipal de Saúde de Condeúba tem intensificado as ações de combate ao Aedes aegypti no município. Para tanto, tem realizado salas de espera nas unidades de saúde; os Agentes de Endemias têm trabalhado intensamente para conseguir cumprir o calendário estabelecido pelo Ministério da Saúde, através de parcerias com as Secretarias Municipais de Educação e Assistência Social.

Tem ministrado palestras sobre o combate ao mosquito para os alunos da rede municipal da zona rural e sede e para os grupos de gestante e Curumin do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social). Com o apoio da Equipe do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família), tem realizado palestras em associações de moradores.

Com essas ações pretende-se chamar a atenção da população sobre o papel de cada um no combate ao mosquito Aedes. Se cada morador reservar 10 minutos por semana para eliminar focos do Aedes aegypti, conseguiremos combater as doenças transmitidas pelo mosquito. A conscientização da população e a tomada de medidas são de fundamental importância para a redução e, quem sabe, a erradicação da dengue, chikungunya e zika do Brasil. Um mosquito não é mais forte que um país inteiro!

locais vefiricar contra o mosquito

Ações simples podem acabar com os focos do mosquito Aedes. Precisamos de todos nessa luta! Faça a sua parte!

1 – Mantenha bem tampados: caixas, tonéis e barris de água.
2 – Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.
3 – Não jogue lixo em terrenos baldios.
4 – Se for guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha-as sempre com a boca para baixo.
5 – Não deixe a água da chuva acumular sobre a laje e calhas entupidas.
6 – Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.
7 – Se for guardar pneus velhos em casa, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.
8 – Limpe as calhas com freqüência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.
9 – Lave com freqüência, com água e sabão, os recipientes utilizados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.
10 – Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos com freqüência.
11- Piscinas e fontes decorativas devem ser sempre limpas e cloradas.
12- Sempre que possível evite o cultivo de plantas como bromélias ou outras que acumulem água em suas partes externas.

Combata o mosquito da Dengue, pois ele também transmite a Chikungunya e o Zika vírus.

Fonte: condeuba.ba.gov.br






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.