Sérgio Silva – Amor Verdadeiro

amor-verdadeiro

Só sabe quando o amor é verdadeiro, quando se mede em momento de luta, no momento de comemoração e de felicidade, não da pra se ter noção de quem realmente ama de verdade, pois amar na alegria e no calor dos abraços é extremamente fácil.
Amar de verdade, é quando se sofre junto com a pessoa amada, é quando perde o sono, pensando no problema do outro por se sentir a mesma dor.
Amar não é fugir ou tentar esconder de um problema, mais sim encarar de frente, e se for pra chorar, chorar junto com o companheiro, mesmo que o choro não vá diminuir seu sofrimento, é oferecer o ombro pra chorar e deixar seu peito rasgar e sangrar misturando com as lagrimas que rolam no calor do desespero.
Amar é está de braços sempre estendidos, para segurar ou levar nos até ultrapassar o labirinto que a vida nos coloca para que possamos sair ainda mais fortes.
Amar é sentir uma dor forte no peito, dor da distância, do pouco tempo de atenção, que a correria dessa vida nos limita, a ser as vezes pouco compreensivo por problemas que impede nossa essência, a oferecer um amor carinhoso, escapando mesmo que sem perceber, palavras duras, lançadas no momento de angústia que venha causar desconforto. Mas quando se ama de verdade, a turbulência passa, as ondas se acalmam, a brisa suave da maresia tudo vira alegria. As palavras que foram lançadas no momento de cabeça quente, se perdem no ar, e não deixa nenhum ressentimento, pois quando se ama de verdade, não se deixa abalar por pequenos incidente esse sentimento verdadeiro.

Por Sérgio Silva






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.