Greve dos bancários continua nesta segunda-feira (12)

bancarios-conquista

Na manhã da última sexta-feira (09), o Comando Nacional dos Bancários se reuniu com representantes da Fenaban para mais uma rodada de negociação. Durante o encontro foi apresentada a nova proposta dos bancos: reajuste salarial de 7%, abono de R$ 3.300 e a PLR nos moldes da Convenção Coletiva de Trabalho negociada em 2015.

Os bancários rejeitaram a proposta rebaixada da Fenaban, pois o índice proposto não cobre ao menos a inflação do período, projetada em 9,57% para agosto deste ano, representando uma perda salarial de 2,6%. A categoria bancária revindica 14,78% de reajuste.
Vale ressaltar que, somente no primeiro semestre de 2016, os cinco principais bancos – Bradesco, Itaú, Santander, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil – lucraram juntos R$ 29,7 bilhões.

As demais pautas como mais segurança, contratações e melhorias nas condições de trabalho também foram ignoradas pela Fenaban. Para a bancária e diretora de Cultura e Formação Sindical, Larissa Couto, as reivindicações não visam benefícios apenas para a categoria, e sim, para toda a sociedade. “Nossa pauta contempla também a população, que tanto vem sofrendo com as altas taxas cobradas pelos bancos. Por isso, pedimos que clientes e usuários dos serviços bancários nos apoiem neste momento de luta”, afirma.

Uma nova reunião está marcada para a próxima terça-feira (13), às 14h, em São Paulo.






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.