Aumento de mínimo não ultrapassa inflação pela 1ª vez desde 2003

dinheiro Pela primeira vez desde 2003, o salário mínimo anunciado para este ano não teve aumento acima da inflação, de acordo com o Departamento Intersidincal de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Embora tenha subido de 880 reais para 937, o reajuste de 6,48% foi igual à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Segundo o Diese, o maior aumento real foi em 2006, de 13,04% e o menor, em 2016, de 0,36%. Ainda assim, o valor do salário mínimo anunciado é menor que os 945,80 reais previstos no Orçamento de 2017, aprovado pelo Congresso Nacional em 15 de dezembro. De acordo com a Veja, a regra de atualização do salário mínimo prevê que, até 2019, seja aplicada a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior ao reajuste mais o crescimento do PIB de dois anos antes. Como o INPC de dezembro ainda não foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a lei prevê que o Poder Executivo faça uma estimativa. Já o PIB de 2015 não será adicionado à conta, pois teve retração de 3,85% no período.
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.