Rui entrega sistemas de abastecimento de água em Licínio de Almeida

O carro-pipa e outras formas alternativas de levar água potável até as casas vão ficar no passado dos moradores de Licínio de Almeida, cidade do sudeste baiano. Neste sábado (4), dois sistemas de abastecimento de água foram inaugurados no município pelo governador Rui Costa. As obras fazem o atendimento dos sistemas se aproximar da totalidade da população. Na visita do governador, uma Unidade de Saúde da Família também foi inaugurada e assinada ordem de serviço para reforma do estádio municipal.
O sistema que abastecia a sede de Licínio de Almeida foi ampliado, passando a atender o distrito de Tauape. A população beneficiada saltou de pouco mais de quatro mil pessoas para cerca de 11,5 mil. “Não adianta ter estrutura de saúde se as pessoas consomem água sem qualidade. Então, levar água tratada para as pessoas é o mesmo que levar saúde para a população. Por isso que nos esforçamos para fazer essas entregas. Minha meta é levar água tratada a todos os distritos e localidades do estado.”, afirmou Rui depois de conferir as obras.
Segundo o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento do Estado, Cássio Peixoto, os investimentos em obras de saneamento e abastecimento vão continuar ao longo de 2017. “Estamos ajudando a oferecer qualidade de vida para a população. Estamos percorrendo toda a Bahia para levar água tratada às pessoas que ainda não têm”, destacou o secretário.
Mais esporte
Com a ordem de serviço assinada, o estádio municipal de Licínio de Almeida vai receber um investimento de mais de R$ 300 mil para reforma. Arquibancada, sanitário, bar, módulo de acesso ao estádio, vestiários, alambrados e grama de campo oficial estão entre as melhorias na estrutura. A obra será executada por empresa contratada pela Superintendência dos Desportos do Estado (Sudesb).
Fonte: Secom/GOVBA






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.