Vit. da Conquista: Aos gritos de “Prefeito fujão”, servidores municipais deflagram greve por tempo indeterminado

Com a resposta que não terão reajuste pelo menos para compensar a perda gerada pela inflação, os servidores municipais de Vitória da Conquista decretaram greve por tempo indeterminado.

A assembleia do Sinserv – Sindicado dos Servidores ocorreu na manhã dessa terça, 16, no plenário da Câmara de Vereadores.

Agora do outro lado, como líder do executivo, Pereira foi tratado como algoz. “Prefeito Fujão”, exclamavam os manifestantes. Ao som de palavras de ordem “fora Geane”, os grevistas demonstravam indignação com a ex-sindicalista, implacável em suas críticas enquanto era oposição.

Em nota a Prefeitura alega que atendeu pouco mais de 40% da pauta de reivindicações da categoria. Inclusive com aumento de 25% no valor do auxílio-alimentação.

A principal reivindicação da categoria é o reajuste de 10% do salário. Proposta rejeitada pelo executivo.

As promessas e o apoio a Pereira

O atual Prefeito, antes radialista de oposição, por dez anos criticou a postura dos dois gestores petistas, José Raimundo e Guilherme Menezes. No período eleitoral, o líder do executivo aproveitou a onda anti-PT e convenceu boa parte do funcionalismo público que seria melhor que os seus opositores. O seu governo seria de conversa e sem perseguição, o que não vem ocorrendo.

Com grandes expectativas várias categorias se viram frustradas com as práticas adotadas pela gestão Pereira, o qual afirma que se espelha na gestão do prefeito soteropolitano.

Fonte: Bliz Conquista






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.