O desafio estresse e falta de preparo psicológico dos Professores da rede pública

O número de professores afastados por transtornos em SP quase dobra em 2016 e vai a 50 mil.  Até setembro deste ano, 27 mil docentes se afastaram do trabalho por questões comportamentais.  O número de professores afastados por transtornos mentais ou comportamentais nas escolas estaduais de São Paulo quase dobrou em 2016 em relação a 2015: foi de 25.849 para 50.046. Segundo dados obtidos pela Globo news, por meio da lei de acesso à informação, até setembro de 2017, 27.082 professores se afastaram.

O número de 50 mil afastados em 2016 representa 37% do total das licenças médicas pelas mais diversas causas.

Agressões físicas, verbais e até ameaças atingem professores em todo os estados de São Paulo. Um programa da Secretaria Estadual da Educação de São Paulo treinou profissionais para mediar os conflitos na rede pública do estado.

Assista a Reportagem do Jornal Nacional

https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/numero-de-professores-afastados-por-transtornos-em-sp-quase-dobra-em-2016-e-vai-a-50-mil.ghtml

Entrevista concedida ao programa nacional jovem, da Rádio Nacional da Amazônia, falando sobre o estress e falta de preparo psicológico dos Professores

Acesse o link e ouça a entrevista na íntegra.

O  programa Nacional Jovem vai ao ar de segunda à sexta-feira das 14:00 às 15:00 hs. O programa é ouvido nos 26 Estados Brasileiros e principalmente em Brasília-DF, onde situa a emissora,  fui entrevistado pelo apresentador e Jornalista Murilo Carvalho.

O professor está entre os profissionais que mais sofrem estresse. Para fins de aplicação prática, define-se estresse como a ruptura no todo do equilíbrio existencial do indivíduo, proveniente do trabalho, vida familiar etc., com reflexos nos sistemas fisiológico, psíquico e das relações sociais.

O que mais caracterizam este estresse são: classes com muitos alunos; trabalhar com alunos desinteressados pelas atividades de classe; achar que alguns alunos indisciplinados ocupam demais meu tempo em prejuízo dos outros; sentir que há falta de apoio dos pais para resolver problemas de indisciplina; ter alunos na classe que conversam ou brincam o tempo todo; trabalhar com uma classe onde as capacidades dos alunos são muito diferentes entre si.

Durante a entrevista, falo da importância do preparo psicológico do professor, pois é de suma importância ter conhecimento de psicologia da educação, psicologia geral e relacionamento interpessoal para poder lidar com os problemas encontrados em sala de aula.

Assim, considerando que a indisciplina do aluno pode se manifestar através de atitudes como: “falar ao mesmo tempo em que o professor, atrapalhando as aulas, responder com grosserias, brigar com os outros alunos ou mesmo entre professor e aluno, bagunçar, ser desobediente e não fazer as tarefas escolares”.

A entrevista termina, com uma super dica para o professor não se  estressar e aprender a prevenir contra este mal, conhecendo melhor o problema de cada aluno,  por exemplo, saber identificar se tal aluno indisciplinado tem Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) entre outros problemas.

 

 

 

 

Valdivino Sousa é Professor, Matemático, Pedagogo, Contador, Bacharel em Direito e Escritor. Pesquisador sobre Engenharia Didática em Educação Matemática; Modelagem; Construção do Conhecimento em Matemática; Modelos Matemáticos e suas Aplicações na vida real. Criou o método X Y e Z que facilita na aprendizagem de equação e expressão algébrica com objetos ilustrativos. Seu trabalho é reconhecido com Medalha de Mérito como docente pelo Instituto Matematics.

Docente nos cursos de Matemática, Ciências Contábeis, Administração e Engenharia. Autor de mais de 10 (dez) livros e têm vários artigos publicados em revistas e jornais especializados.  Semanalmente escreve para o portal D.Dez, Jornal da Cidade e Folha Online. Sobre: Educação Matemática e Desenvolvimento da  Aprendizagem.  Site: www.valdivinosousa.mat.br – E-mail: valdivinosousa.mat@gmail.com       Celular / Whatsap: 11 – 99608-3728






Valdivino Sousa

Valdivino Sousa é Professor, Matemático, Contador, Bacharel em Direito e Escritor. Pesquisador sobre Engenharia Didática em Matemática; Modelagem; Construção do Conhecimento em Matemática; Modelos Matemáticos e suas Aplicações. Site: http://www.valdivinosousa.mat.br
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.