Pr. Ildo Alves – Enquanto aguardo o Natal

“ 1 - Senhor Deus diz: “Aqui está o meu servo, a quem eu fortaleço, o meu escolhido, que dá muita alegria ao meu coração. Pus nele o meu Espírito, e ele anunciará a minha vontade a todos os povos. 2 - Não gritará, não clamará, não fará discursos nas ruas. 3 - Não esmagará um galho que está quebrado, nem apagará a luz que já está fraca. Com toda a dedicação, ele anunciará a minha vontade. 4 - Não se cansará, nem desanimará, mas continuará firme até que todos aceitem a minha vontade. As nações distantes estão esperando para receber os seus ensinamentos.” 5 - Senhor Deus criou os céus e os estendeu; formou a terra e tudo o que nela existe e deu vida e fôlego a todos os seus moradores. E agora o Senhor diz ao seu servo: 6 - "Eu, o Senhor, o chamei e o peguei pela mão, para que haja salvação por meio de você. Eu o criei e o enviei como garantia da aliança que vou fazer com o meu povo, como a luz da salvação que darei aos outros povos; 7 - para abrir os olhos dos cegos, pôr em liberdade os prisioneiros e soltar os que estão em prisões escuras. 8 - Eu sou o Senhor: este é o meu nome, e não permito que as imagens recebam o louvor que somente eu mereço.” 9 - Deus diz ao seu povo: “As coisas que prometi no passado já se cumpriram, e agora vou lhes anunciar coisas novas, para que vocês as saibam antes mesmo que elas aconteçam.” á ninguém que os ponha em liberdade.” (Isaías 42.1-9) Este é um texto do profeta Isaías, mensagem proclamada a milhares de anos antes da chegada do Messias (Natal). É profético porque narra uma fala de Deus antes que ela aconteça. É o que hoje em dia chamamos de previsão segura vinda de alguém que inspira confiança. É uma mensagem de esperança. O sentido bíblico do verdadeiro Natal, na verdade o que temos de atual naquilo que seria anuncio para a chegada do Messias é humano, capitalista e completamente antidemocrático. Mais ou menos aquilo que Deis acabou de nos dizer em sua poesia "N A T A L – Limiar de uma esperança." A fé requerida por Deus teria de ser prática, próxima e de fácil compreensão a todos. Por isso Ele começa a se revelar a nós pelo nascimento de Jesus que pelas informações bíblicas aconteceu da maneira mais simples possível; é uma revelação esclarecedora para qualquer cultura do mundo, democrática porque tanto aqueles que se assentam nas cadeiras da Harvard University, da USP, da UFBA ou até das carteiras dos Colégios estaduais da nossa região, podem compreender com muita facilidade a mensagem anunciada com o Natal bíblico. Jesus está vindo a nós. Nós precisamos nos lembrar disso, nossas crianças precisam aprender sobre a proclamação do profeta Isaías. Jesus é o Natal para nós. Sem Ele esta data fica cheia do toque da humanidade, e isso não é nada bom, porque me parece que quando o ser humano tenta colocar uma interpretação em um conceito bíblico, Deus fica refém dessa interpretação. E sempre ela satisfaz a uma necessidade do intérprete. A expectativa para a chegada do Natal é a mesma em que aguardamos algo maravilhoso de Deus pra nós e pra nossa família. Que seja assim conosco! Abraço
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.