Guajeru: Municipio paralisa aulas alegando falta d’água

Desde a última segunda-feira (16/07) que as aulas de todas as escolas do município de Guajeru foram paralisadas. A paralisação ocorreu por determinação do prefeito municipal Jorge Ubiraja Marques de Souza (PP) e a população somente foi informada do fato na manhã de domingo (15/07) via comunicado divulgado na rádio comunitária da cidade.

A justificativa dada pela prefeitura municipal é que a paralisação está acontecendo por conta do problema da seca, estava faltando água nas escolas o que inviabilizou o funcionamento das mesmas. Entretanto, na sessão da Câmara Municipal de Vereadores da terça-feira (17/07) diversos vereadores de oposição contestaram a versão oficial e afirmaram que o real motivo da paralisação das aulas seria o não pagamento do transporte escolar, de fato, motoristas contratados para transportar os alunos da zona rural do município para sede confirmaram que estão com os salários atrasados há três meses.

O vereador Irmo Gomes do Santos (Loza) em seu pronunciamento na sessão da Câmara de Vereadores exigiu explicações da Secretaria Municipal de Educação e pediu o retorno imediato das aulas, segundo o vereador a paralisação não pode ter ocorrido por conta de falta de água, trata-se de uma desculpa do gestor municipal, muitas escolas possuem água em seus reservatórios e poderiam estar funcionando normalmente, além disso, as escolas da zona rural também foram paralisadas e em algumas dessas escolas há poços artesianos perfurados o que garante tranquilamente o funcionamento.

O Colégio Estadual Jorge Amado também foi obrigado a paralisar as aulas, já que a escola também depende do transporte escolar que é administrado pela prefeitura municipal. Todavia, nessa escola não ocorreu falta de água. Ainda não há informações de quando esse problema será resolvido e de quando ocorrerá o retorno das aulas, dessa forma o ano letivo em todas as escolas de Guajeru permanece suspenso prejudicando centenas de alunos.

Fonte: Informe Cidade






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.