Guajeru: Câmara afasta prefeito acusado de irregularidades administrativas

Em uma sessão histórica da Câmara de Vereadores de Guajeru, os vereadores votaram pelo afastamento do prefeito municipal, Jorge Ubiraja Marques de Souza (PP), na manhã dessa terça-feira, 13. O que culminou nesta ação foi uma denúncia feita pela Associação de Moradores de Guajerú , apresentando várias irregularidades do executivo. [Falta de pagamento da folha salarial dos servidores municipais, a cidade está sem coleta de lixo, o não pagamento do transportes escolar].

O presidente da Câmara, Irmo Gomes ‘Loza’, em seu discurso disse, “faz-se necessário o afastamento do prefeito, para que possa ser feita uma investigação das supostas irregularidades na administração”. Segundo populares, devido a falta de transporte escolar, os pais estão tendo que fretar carros para que os filhos possam ir a escola.

A câmara de Guajerú tem 09 vereadores e a primeira votação da sessão foi a aceitação do pedido de denúncia feita pela associação, com a votação secreta, onde o resultado foi 6 votos a favor e 3 contra. Assim que foi aprovado o recebimento da denúncia, foi colocado em votação o afastamento do prefeito por 40 dias, válido a partir dessa quarta-feira, 14. Mais uma vez o voto foi secreto e por 6 votos a 3 novamente foi aprovado o afastamento do prefeito.

Logo após o resultado, o presidente ‘Loza’ declarou que “não estamos condenando o prefeito, isso é sim uma prevenção, pois faltando pouco tempo do mandato não podemos deixar as coisas como estão esse é um momento histórico para Guajeru, o poder legislativo mostrou que tem força e que não aceitaremos irregularidades em nossa cidade”. Além da votação da denúncia e do pedido de afastamento do prefeito, outra votação aconteceu antes que a sessão terminasse. Foi votado um crédito de suplementação no valor de R$ 4,440,000,00 milhões, valor esse que será utilizado para quitação de parte da dívida da prefeitura. Durante toda a sessão, o plenário da câmara esteve completamente lotado de pessoas, algumas com cartazes de revolta e pedindo que o prefeito fosse afastado. A Polícia Militar, sob o comando do Tenente Mota reforçou o policiamento, e fez a segurança na casa legislativa.

Com o afastamento do Prefeito, assumirá o cargo o vice-prefeito Antônio Fernando, que disputou as eleições de outubro pela oposição sendo candidato a vice na chapa de Gil Rocha do PT, que foi eleito para governar a cidade pelos próximo 04 anos. Os vereadores presentes na sessão foram: de oposição ao atual prefeito: Eliene Rocha, Luslene Maciel, Enídio Xavier ‘Tico’, Irmo Gomes ‘Loza’ Presidente do Legislativo, Antônio Canguçu ‘Tõe de Neco’, João Rodrigues ‘Joãozinho’. Os de situação ao atual prefeito, José Maria Alves, José Francisco e Antônio Silva. Estiveram presentes também a sessão, na plateia, vereadores eleitos, ex-vereadores, ex-prefeitos e ex-vice-prefeitos.

Fonte: Brumado Agora






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.