Cordel em Homenagem a Santo – Equipe Quilombola

ABC de Santo

 

Condeúba, venha cá

Segue a minha saudação

A Ademário Cruz

A respeitosa atenção

Homem cheio de história

Que cultua a memória

Da atual geração.

 

Falo do meu amigo santo

Calma gente, já vou explicar

Um camarada sem manto

Um homem espetacular

Apelido que ouviu tanto,

Conhecido em todo canto,

Que Amélia quis santificar.

 

Pessoal, este momento,

Me envolve em recordação

Lembro do seu carneirinho

Perto do Rio Gavião

Que empurrava seu carrinho

Buscou água pequeninho

O humilde cidadão.

 

Lembro da sua juventude,

Nessa época estudou

Viajou para Brumado

E um curso começou

Ele estava orgulhado

Do policial sonhado

Sonho, que não realizou.

 

Retorna à Condeúba

E começa a trabalhar

 Não é policial civil,

É um guarda que sabe beijar,

Mulheres de todo Brasil

Já piscou pra ele e sorriu

Era um homem de encantar.

 

A figura desses versos,

Não cansava de trabalhar.

Trabalhou em carvoaria

Para a família sustentar

Pedia perdão Maria

Vivia na “culundria”

Não parava de namorar.

 

Casou com Elisabete.

Teve filhos com Maísa

Adorava ir no buteco

E voltava sem camisa

Andando igual um buneco

Gostava de um bom xaveco

Pois, cachaça não alisa.

 

Oh! Vida atribulada

Teve essa criatura

Jogava na seleção

Mais uma de suas feitura

Vida de muita emoção

Usava a imaginação

Um santo da alma impura.

 

Crianças, jovens e adultos,

Pessoal que veio brincar

Apresento está mocinha

E agora ela vai desfilar

Mais um lado do “santinho”

Homenageado cãozinho

Carnaval tenho que lembrar.

 

Fumou cigarro de palha

Acabou com o pulmão,

Deixou o carnaval de luto

Tudo culpa do carvão.

Falei de um cara matuto,

Porém, não era nada bruto,

Escrevi de coração.

Vanilde da Rocha Cordeiro

Equipe Quilombola

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

UM Comentário

  • 22 maio 2013 | Permalink |

    NOS CARNAVAIS, ELE ERA UMA FIGURA “ESDRUXULA”!!!

    “O comentário não representa a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem”

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.