Inscritos no Mais Médicos recusaram todas 700 cidades sem profissionais, antecipa ministra

IMAGEM_NOTICIA_5

Foto: Guaribas, no Piauí, vive a falta de médicos

Nenhum dos inscritos no programa Mais Médicos optou por trabalhar em um dos 700 municípios que não dispõe de médicos, a informação é da ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, que em reunião com a presidente Dilma Roussef e integrantes da base aliada, antecipou algumas informações que serão divulgadas nesta terça-feira (6) pelo Ministério da Saúde. “Talvez a prova mais inequívoca de que este é um programa absolutamente necessário é que, dos locais escolhidos pelos médicos brasileiros, não houve nenhuma escolha dos 700 municípios onde não temos nenhum médico”, informou. No último sábado (3) foi encerrado o prazo para que os 1.753 profissionais selecionados confirmassem o compromisso de cumprir os três anos de contrato. De acordo com a ministra, a desistência pelas cidades remotas e sem médicos, revela a necessidade de contratação de profissionais de outros países. “Exatamente os 700 municípios onde não temos nenhum médico, eles não foram escolhidos pelos médicos e agora nós vamos ter a abertura da inscrição para os médicos estrangeiros para poder fazer daí todo o procedimento”, disse. Informações do G1.
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.