MG: Ônibus cai de ponte na BR-116

acidente onibus minas 01

Por volta de 5h15 deste domingo (26), um ônibus da empresa Novo Horizonte que trafegava de Ipiaú, na região Sul da Bahia, com destino a São Paulo, levando mais de 40 passageiros, atravessou a pista, bateu na mureta de proteção da ponte sobre o Rio Gloria, trecho entre Miradouro e Muriaé, em Minas Gerais, e caiu. De imediato o motorista do ônibus que fazia a mesma linha e vinha atrás parou e entrou no rio para tentar resgatar as pessoas. Segundo ele, assim que chegou ao local viu um bebê sendo levado pelas águas, e buscou ajuda para as outras pessoas.

acidente onibus minas 02

Bombeiros, ambulâncias de municípios da região e voluntários ajudaram no resgate dos passageiros, que foram levados aos poucos para o hospital São Paulo. A princípio, segundo o motorista, uma das rodas do veículo, que saiu por volta de 10 horas de sábado (25), da rodoviária de Floresta Azul, travou e ele não teve como controlar o veículo.

acidente onibus minas 08

Os Bombeiros mergulharam e entraram no ônibus, resgatando a maioria dos passageiros. Alguns conseguiram sair pelas janelas e buscaram abrigo no pasto, onde alguns passaram mau e tiveram que ser socorridos no local.A Polícia Rodoviária Federal foi para o local e controlou o trânsito, já que muitas pessoas pararam para ver o que havia acontecido. A Perícia Técnica foi chamada para fazer os trabalhos de praxe e os Bombeiros vão fazer a contagem das pessoas resgatadas para ver se realmente só falta o bebê, que segundo o motorista foi arrastado pela correnteza. Informações do interligado Online.

Fotos: Interligado Online

Fonte: Blog do Anderson






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

UM Comentário

  • manoela viana
    26 jan 2014 | Permalink |

    meu deus que tragedia, so mesmo deus pra nos livrar as estradas são muito perigosas. esperamos em deus que todos passageiros tenha sido salvo que não falte niguem. lamento a perda do bebe.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.