Sérgio Silva – Amor Moderno

amor_virtual_ax[1]

Autorizado pela anatel,

namoramos no motel.

Casamos num facebook,

tivemos como testemunhas os notebooks.

Uma história sensacional,

bem longe do convencional.

À distância a te flertar,

bem longe do altar,

lua de mel, fogo e céu.

Não fui o seu primeiro,

já provou do jiló e brigadeiro.

Você já teve estrada,

mas não te quero frustrada.

Te entrego os meus medos,

meus erros, meus segredos.

Divido meu sobrenome com você,

e não me importo o que vão dizer.

Um anjo num disco voador,

da pedra do arpoador,

jurou que o nosso amor é eterno,

pois atravessa céu e inferno.

Em casas separadas,

vou comendo pelas beiradas,

disfarçando a saudade

e essa dor que vai tarde.

Na solidão da noite, pense!

pois o amanha a Deus pertence.

Ele disse que está com nós,

e nunca vai nos deixar a sós.

Agarra nessa certeza,

e apaga do seu rosto qualquer tristeza.

Por: Sérgio Silva






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.