Professor tenta homenagear golpe militar de 1964

31No último dia 31 de março, o professor Eduardo Botelho Gualazzi, da Faculdade de Direito do Largo São Francisco (FDUSP), tentou prestar uma homenagem ao golpe militar de 1964 em sala de aula com a leitura de uma carta chamada “Ode ao Golpe Militar de 64”. O que ele não contava é que, assim como fizeram boa parte dos congressistas brasileiros durante o último discurso de Jair Bolsonaro, seus alunos não permitiriam um tributo à barbárie:

Fonte: TRETA.






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.