Condeúba e outros 29 municípios serão beneficiadas com construção de casas de mel

assinatura construcao casas de mel bahia

Foto: Divulgação

Os apicultores baianos estão comemorando o fortalecimento da cadeia produtiva do mel no estado. Nesta quinta-feira (28), o Governo da Bahia, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), anunciou a construção de 30 unidades de beneficiamento de mel, em 14 Territórios de Identidade.

O anúncio foi feito pelo secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, e pelo diretor executivo da CAR, Wilson Dias, durante o Encontro das Associações e Cooperativas de Apicultores da Agricultura Familiar, realizado no município de Feira de Santana, quando foram assinados convênios com associações baianas, que totalizam um investimento de R$4.356 milhões, beneficiando diretamente 1.500 apicultores.

As casas de mel serão implantadas nos municípios de América Dourada, Caetano, Central, São Gabriel, Campo Formoso, Uauá, Ilhéus, Tucano, Campo Alegre de Lourdes, Utinga, Ribeira do Pombal, Sátiro Dias, Santa Terezinha, Alcobaça, Barra do Choça, Buerarema, Coronel João Sá, Casa Nova, Canudos, Jeremoabo, Santa Luz, Macajuba, Cipó, Eunápolis, Morpara, Ourolândia, Guaratinga e Condeúba.

Cadeia produtiva fortalecida – O Encontro reuniu cerca de 100 apicultores e meliponicultores de toda a Bahia com o objetivo de planejar as ações necessárias à consolidação da cadeia produtiva do mel da agricultura familiar do estado. Foram apresentadas as experiências exitosas da apicultura, nos Territórios Sisal, Extremo Sul e Velho Chico, uma proposta de nova metodologia para coleta de dados da apicultura e meliponicultura no estado da Bahia, além da visão e valores da cadeia produtiva e de uma análise ambiental estratégica.

O destaque das apresentações foi o projeto Bahia Produtiva, coordenado pela CAR e com financiamento do Banco Mundial. O projeto vai desenvolver projetos de inclusão socioprodutiva, acesso a mercados e abastecimento de água e financiará diversos projetos de desenvolvimento da cadeia do mel no estado, a exemplo da implantação de apiários e fomento à produção, além de assistência técnica. O projeto financiará pelo menos mais 100 unidades de mel.

De acordo com o titular da SDR, Jerônimo Rodrigues, a cadeia produtiva da apicultura na Bahia foi selecionada pelo Bahia Produtiva para ser estimulada com investimentos pela perspectiva de gerar e ampliar a renda, com a possibilidade de iniciar ou incrementar a atividade sem depender tanto da terra como ativo produtivo. “Em um estado onde a estrutura agrária é constituída basicamente de propriedades rurais com menos de 10 hectares, e, sobretudo, no semiárido, a criação de abelhas tende a dar respostas mais efetivas e imediatas do ponto de vista da produção”.

Segundo Wilson Dias, o evento acontece em um momento oportuno para se construir um plano estratégico da cadeia do mel. “A CAR está iniciando a execução do projeto Bahia Produtiva, estamos escutando e reunindo as demandas dos setores e preparando os produtores para participar dos editais, que devem ser lançados a partir de julho, para a execução dos projetos de apicultura”.

A atividade apícola está presente em todos os 27 Territórios de Identidade e tem impacto positivo nas economias locais. Segundo dados do IBGE, a Bahia ocupa o 6° lugar na produção nacional de mel e o 1° na Região Nordeste. Atualmente, são quase 10 mil apicultores, oriundos da agricultura familiar, cadastrados no Plano de Desenvolvimento da Apicultura do Estado da Bahia, com produção de mais de 4.400 toneladas de mel por ano.

Para o presidente da Central de Cooperativas dos Apicultores da Bahia (Cecoapi) e apicultor, Francielio da Silva Maceso, o evento teve uma grande dimensão e representa a valorização dos apicultores baianos. “Esses convênios nos enchem de estímulo. As novas unidades vão garantir a qualidade de produtos e fortalecer a cadeia do mel. Já o ‘encontro’ proporciona a troca de experiências entre apicultores de diferentes regiões. Recebemos aqui uma injeção de ânimo”.

O evento, que segue até sexta (29), no auditório da Pousada Central, é uma realização SDR, através CAR e da Superintendência da Agricultura Familiar (SUAF), com a parceria da União de Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Estado da Bahia (Unicafes/Bahia) e da Câmara Setorial de Apicultura de Meliponicultura (CSAM).

Também estiveram presentes no primeiro dia do encontro o superintendente da CAR, Jeandro Ribeiro, o superintendente da Suaf, Marcelo Matos, o coordenador do projeto Bahia Produtiva, Fernando Cabral, a fiscal estadual da Adab, Solange de Oliveira Veras, representantes de 60 associações e 15 cooperativas de apicultura e meliponicultura da Bahia.

Fonte: Ascom SDR/CAR






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.