Voluntários do Sertão atendem mais de 20 mil pessoas em Santa Cruz Cabrália

Foto: Ascom / Sesab

Foto: Ascom / Sesab

Aos 75 anos de idade, Perovina Cardoso dos Santos, moradora de Coroa, distrito de Santa Cruz Cabrália, no extremo sul baiano, é uma das 1.500 pessoas beneficiadas com a cirurgia de catarata, na 16ª edição dos Voluntários do Sertão, iniciativa apoiada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Pouco antes de entrar no centro cirúrgico para a realização do procedimento, ela demonstrava a confiança em voltar a enxergar. As operações foram iniciadas na última segunda-feira (18) e seguem até esta quinta (21).

A cirurgia de catarata faz parte do atendimento médico e odontológico oferecido a mais de 20 mil pessoas no decorrer desta semana. O titular da Sesab, Fábio Vilas-Boas, conferiu de perto os procedimentos. “É uma ação impressionante, que movimenta 700 voluntários. Essa edição tem um foco especial na comunidade indígena da Bahia, com a presença de 55 aldeias oriundas de 11 municípios”.

Consultas, exames e cirurgias

voluntarios do sertao em cabralia (2)

De acordo com o idealizador do projeto Voluntários do Sertão, Doriedson Pereira, 20 carretas são utilizadas para os atendimentos em odontologia, oftalmologia, realização de densitometria óssea, eletrocardiograma, ultrassonografia, exames de mamografia, raio-x, além de procedimentos cirúrgicos diversos.

A expectativa é que até sexta (22), a ação contemple 35 mil pessoas e sejam feitas mais de 500 cirurgias diversas – vasectomia, laqueadura e hérnia -, além de procedimentos dermatológicos para retirada de cistos e sinais. Conforme a estimativa, devem ser realizadas até o final da edição três mil consultas médicas e 14 mil outros atendimentos.

A ação envolve o trabalho de 102 médicos nas áreas de pediatria, ginecologia, psiquiatria, otorrinolaringologia, cardiologia, gastroenterologia, anestesia, cirurgia geral, urologia, dermatologia, clínica geral. Também participam da equipe profissionais de psicologia, nutrição e odontólogos.

Saúde Sem Fronteiras

Em Paulo Afonso, município do Vale do São Francisco, a 400 quilômetros de Salvador, a população também é beneficiada com atendimentos oftalmológicos e cirurgias de catarata. A iniciativa é da Sesab por meio do programa Saúde Sem Fronteiras – Oftalmologia. Até esta quinta, a projeção é que cinco mil pessoas tenham sido atendidas.

Fonte: Ascom/Secretaria da Saúde do Estado (Sesab)






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.