Tremedal: servidores e empresários são apontados como possíveis beneficiários do Bolsa Família; assista a reportagem

tremedal Em Tremedal, município do Sudoeste Baiano com 17.029 habitantes, denúncias de irregularidades no Bolsa Família resultaram numa revisão dos benefícios. Todos os 2.897 beneficiários estão passando por recadastramento. A suspeita de falha foi apontada pelo Ministério Público Federal, com possibilidades de funcionários públicos e até empresários estarem recebendo os valores do Governo Federal. Nesta quinta-feira (18) uma reportagem especial da TV Sudoeste, que foi ao ar no BATV, detalhou o assunto. Fonte: Blog do Anderson
AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

2 Comentários

  • Zé de Fernando
    20 nov 2016 | Permalink |

    Então… é triste ver essa reportagem tomar dimensões tão grandiosas, até porque o MPF, acabou obrigando os municípios a publicarem uma lista enviada, onde consta como empresários, indivíduos com cadastro de MEI (micro empreendedor individual), bem como presidentes e ex presidentes de associações rurais (sem fins lucrativos) e ainda, mortos que já não recebem desde a constatação do óbito, solicitando ainda o CANCELAMENTO DOS MESMOS, ora quem cancela benefícios é a caixa, assim orientada pelo Cad’único, os municípios apenas averiguam e/ou bloqueiam…Certamente Tremedal não é o município da região com maior número de irregularidades, temos vizinho muito mais irregular enquanto Bolsa Família.

  • Zé de Fernando
    20 nov 2016 | Permalink |

    …Tem ainda a questão dos servidores , o MPF catalogou também contratos temporários, onde muitas famílias recebem pelo contrato apenas meio salário mínimo ou ainda um terço de salário e se vêem apontados pelo mesmo como irregularidade, pobres dos gestores municipais que acabam sendo crucificados todos os dias em seus municípios.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.