Condeúba: Revista Destaque Bahia conta a trajetória de Ildo de Souza

A última edição da Revista Destaque Bahia conta a trajetória de Ildo de Souza. Confira.

Rompendo Fronteiras

Para se obter sucesso na vida é preciso ter sonho, atitude e romper fronteiras para se sobressair nos negócios. Um exemplo é o empresário Ildo de Souza, filho de Ormezindo Pereira de Souza e Tergina Pereira de Souza, em memória. Ildo de Souza não nasceu em berço de ouro, ao contrário, fez as coisas acontecerem, mudou seu destino. O caminho para mudar o próprio destino não é nada fácil, é sofrível, mas ele conseguiu. O que fez para ser empreendedor de sucesso. Teve persistência, sagacidade e inteligência.

Trajetória

Já trabalhou em várias atividades, e hoje é sócio administrativo de várias empresas, como Postos de Combustíveis e outros. Hoje, empresário de sucesso, Ildo de Souza não esquece dos mais necessitados, sempre ajudou a quem precisa, mostrando-se uma pessoa humana. Para o empresário, essa é a forma de agradecer a Deus pela oportunidade que teve na vida.

revista-destaque-bahia-trajetoria-ildo-souza-condeuba






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

3 Comentários

  • Mário Queiroz
    18 jan 2017 | Permalink |

    Empresário bem sucedido, pessoa humilde, um exemplo a ser seguido.

  • Fabinho Patente
    21 jan 2017 | Permalink |

    Um homem honrado e que chegou onde está, com humildade e muito trabalho, sem precisar ser desleal ou enganar ninguém .
    Parabéns pela homenagem.

  • Gilberto de Oliveira Costa
    23 jan 2017 | Permalink |

    “Seu” Ildo é um exemplo condeubense de um “Self Made Man”, expressão criada nos Estados Unidos, no século XIX, para designar aquele que conseguiu sucesso por si mesmo, pelos seus próprios esforços e sua própria dedicação; aquele que se fez sozinho. Justa homenagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.