Geddel dirá que os R$ 51 milhões era de todo PMDB, diz colunista

Dinheiro foi encontrado em apartamento em Salvador (Foto: Polícia Federal)

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) já teria uma plano para se livrar da acusação sobre os R$ 51 milhões encontrados num o “bunker” em Salvador, onde a Polícia Federal realizou a maior apreensão em dinheiro vivo da história do Brasil.

Segundo Lauro Jardim, colunista de política de O Globo, o político baiano dirá que os R$ 51 milhões não eram só dele, mas do partido também.

A fortuna foi encontrada no dia 05 de setembro em um apartamento de um prédio no bairro da Graça, área nobre de Salvador. A dinheirama estava dentro de oito malas e seis caixas.

Foi tanta nota para contar que sete máquinas trabalharam sem parar durante quase quatorze horas. Aí veio o valor: Um total de cinquenta e um milhões, trinta mil, oitocentos e sessenta e seis reais e quarenta centavos (R$ 51.30.866,40 milhões). A maior apreensão de dinheiro em espécie já feita pela Polícia Federal.

Fonte: Aratu Online






AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Deixe um comentário

Adicione seu comentário abaixo . Você também pode assinar estes comentários via RSS.

Seu email não será divulgado. Os campos que estão * são obrigatórios.